Ativistas do Greenpeace mandam um recado à Perenco. (©Greenpeace/Marizilda Cruppe)

Essa semana recebemos a notícia que dois poços perfurados no entorno do Parque Nacional Marinho de Abrolhos pela empresa Perenco, nos blocos BM-ES-37 e 38, estavam secos.

O Greenpeace tem protestado contra a empresa, parceira da OGX de Eike Batista desde o ano passado. Em agosto, os ativistas se fantasiaram de baleias e bateram na porta da Perenco cobrando uma resposta sobre o fim da exploração de óleo em Abrolhos. A empresa, porém, jamais se pronunciou.

A empresa ainda poderá encontrar óleo em novos poços no mesmo bloco, mas por algum tempo, as baleias e todo o ecossistema de Abrolhos estão seguros. Continuaremos atentos as suas movimentações neste santuário marinho.

Diga não à exploração de petróleo em Abrolhos. Assine a petição!