A mais famosa esponja-do-mar tomou uma atitude para evitar que empresas explorem petróleo perto dos Corais da Amazônia, no Norte do Brasil.

Você se lembra da empresa britânica BP? Essa é a petrolífera que devastou o Golfo do México com o desastre da Deepwater Horizon em 2010. Na ocasião 4,9 milhões de barris de petróleo foram derramados no mar, contaminando o oceano e a costa de diversos países. A BP, agora, planeja extrair petróleo no Norte do Brasil, bem perto de onde estão os Corais da Amazônia. O que poderia dar errado ali?

Os Corais da Amazônia são o lar doce lar de várias espécies, como corais-rosa, peixes coloridos e mais de 60 espécies de esponjas-do-mar. Por sua biodiversidade, foram descritos como uma “floresta tropical dos oceanos”. Mas ainda sabemos pouco sobre tudo o que existe ali e o quão especial ele é.

Se as perfurações nos poços da BP resultarem em um vazamento, o óleo pode se alastrar por uma grande área, chegando até os Corais da Amazônia. Sim, isso pode acontecer.

Então, vamos pressionar a petrolífera BP a desistir de seus planos e a deixar os Corais da Amazônia em paz. E vamos também trabalhar para defender esse ecossistema único no mundo de futuros vazamentos de petróleo. Afinal, a BP é apenas uma das empresas que pretendem explorar petróleo na região. A outra é a francesa Total.

A boa notícia é que os Corais da Amazônia têm agora um novo defensor que irá enfrentar a BP e lutar por justiça. Seu nome? Bob Esponja Calça Quadrada!

Sendo um morador de um recife de corais, Bob Esponja sabe tudo sobre a proteção dos oceanos. Ele tem muita experiência em campanhas. E, já que existem 60 espécies de esponjas-do-mar nos Corais da Amazônia, para ele, a questão é pessoal.

Compartilhe esse vídeo e vamos aumentar o número de defensores dos Corais da Amazônia.  Já somos mais de 1,2 milhão de pessoas ao redor do mundo. E, com a ajuda do Bob Esponja, podemos ser bem mais! Assine e compartilhe nossa petição.

ASSINE A PETIÇÃO

* Textos e materiais produzidos pelo Greenpeace UK