Durante inauguração das placas solares em Vila Isabel, os jovens do Juventude Solar receberam certificados por terem participado das capacitações (©Otávio Almeida/Greenpeace)

 

Felizes. É assim que tenho que descrever como estamos – eu, os voluntários e os jovens do Juventude Solar - após a inauguração das placas solares no Centro Comunitário Lídia dos Santos, em Vila Isabel. Durante dez encontros semanais tivemos capacitações e oficinas sobre energia solar e suas aplicações e o ponto alto foi o momento em que teoria virou prática e as placas foram instaladas e começaram a gerar energia.

Depois de dois meses trabalhando com os jovens pude observar que cada um dos nossos encontros enriqueceu o grupo. Os jovens, sempre alegres e curiosos, surpreenderam com seu envolvimento, atenção e fixação do aprendizado. Tenho certeza de que eles chegaram ao final do projeto diferentes, com um olhar mais crítico em relação à seus futuros profissionais e à importância da adoção de fontes limpas como uma garantia para as futuras gerações.

O Ceaca-Vila (Centro Comunitário Lídia dos Santos) também passou por uma profunda transformação. Teve o privilégio de receber a primeira instalação de um sistema de energia solar conectado à rede em uma comunidade e tem, hoje, a possibilidade de fazer parte do circuito de visitação das instalações solares no Rio de Janeiro. Certamente, o Ceaca-Vila abrigará projetos educacionais voltados à promoção do uso da energia solar e trará benefícios aos mais de 27 mil habitantes do Morro dos Macacos.

Esse projeto pioneiro foi realizado pelo Greenpeace Brasil com o auxílio do grupo de voluntários do Rio de Janeiro, mostrando que existem soluções para limpar a matriz energética do país e que elas estão ao alcance de todos.

Agradecemos a cada um que vibrou conosco desde o início. Um obrigado especial à Dona Anna Marcondes e à equipe do Ceaca-Vila que nos recebeu com carinho e que nos incentivou durante todo o percurso do projeto. Também não posso esquecer de agradecer os jovens que permitiram que fizéssemos parte de suas vidas. Convidamos todos a deixar o Sol entrar em suas vidas também! Bora solarizar o Brasil?

*Vânia Stolze é coordenadora do projeto Juventude Solar