Rodrigo Baleia / Greenpeace
Rodrigo Baleia / Greenpeace

O governo acaba de divulgar informações sobre o primeiro leilão para fornecimento de energia eólica no Brasil. O potencial de geração de energia dos concorrentes somam 13.341 megawatts, o equivalente a capacidade de 10 usinas nucleares do porte de Angra 3.

Ao contrário do que dizem os resistentes à energia eólica, os 441 participantes inscritos garantirão um preço bastante competitivo - segundo Maurício Tolmasquim, presidente da EPE (Empresa de Pesquisas Energéticas, órgão ligado ao gorverno). Vale lembrar que este preço deve ser bom para o consumidor, sem deixar de remunerar de forma justa o empreendedor.

O leilão só acontecerá no dia 25/11, mas os participantes inscritos já provam que os parques eólicos podem ser construídos bem mais rápido do que usinas nucleares e sem gerar lixo radioativo. Para se ter uma idéia, Angra 3 começou a ser construída há 23 anos e ainda não está pronta.