Hoje fez 50 dias que 28 ativistas e dois jornalistas estão presos numa cadeia gelada na Rússia. O motivo? Um protesto absolutamente pacífico contra a exploração de petróleo no Ártico.

A vida lá não está sido fácil. Mas papel e caneta têm sido companheiros fundamentais para que cada um deles tenha uma conexão com o lado de cá do mundo. Em cartas, além de contar como tem sido o cotidiano longe de casa, os ativistas demonstram uma força interior e uma esperança que não se apagam. Tampouco seus ideais. É o que mostra o vídeo Cartas da Prisão, que o Greenpeace divulgou hoje.