A infame afirmação de Malcom Gladwell de que o ativismo online não passa de uma coleta ineficaz de assinaturas deixou de fazer sentido no mesmo momento em que ele cunhou a frase. O compartilhamento de informações e a busca de soluções estão impulsionando mudanças e estão entre as marcas do que é uma campanha 2.0.

Mais de dois bilhões de pessoas têm acesso à internet e, aparentemente, a cada segunda oito novas pessoas se conectam à rede. Cerca de um bilhão de pessoas estão no Facebook, rede social na qual ‘curtem’, ‘compartilham’, debatem e informam e alteram as decisões que estão sendo tomadas para o nosso futuro comum.

Nós, no Greenpeace, não consideramos que as pessoas que nos apoiam são apenas aquelas que doam dinheiro. Nosso pensamento tem evoluído e abraçou o conceito do “poder que emana de nós”. Existem milhões de pessoas que compões o ‘nós’ que éo Greenpeace: funcionários, doadores, fãs no Facebook, seguidores no Twitter, ciberativistas, ativistas tradicionais e blogueiros.

Para apoiar o Dia de Ação dos Blogs, o Greenpeace deu acesso para um arquivo de 150 mil fotos e vídeos para que os participantes possam utilizar em seus posts. O Dia de Ação dos Blogs celebra o uso de ferramentas digitais como blogs e redes sociais. É sobre pessoas reunidas, em salões comunitários, em suas casas e nas ruas. É sobre celebrar as mudanças e histórias que nos inspiram. Você pode ver algumas destas histórias aqui.

Para saber mais sobre o Ciberativismo do Greenpeace e inscrever-se à nossa rede de ativistas online clique aqui.