Ativistas suspensos no cartão postal israelense mandam mensagem para o presidente dos Estados Unidos (© Yair Meyuhas / Greenpeace)

 

A “Ponte das Cordas” em Jesuralém, também conhecida como Ponte Calatrava, foi o cenário escolhido para dizer ao presidente dos Estados Unidos mais uma vez: “Obama, você pode impedir a perfuração no Ártico”. Nesta quinta, 21 de março, cinco ativistas do Greenpeace desenrolaram do alto da ponte a bandeira de aproximadamente 150 m². Durante o protesto, outros oito ativistas foram presos.

Veja a galeria de imagens:
 

A manifestação acontece uma semana após a divulgação do relatório que atesta os fracassos da Shell em perfurar a costa do Alaska, divulgado pelas autoridades norte americanas. “Ele (Barack Obama) tem que intervir contra qualquer petroleira irresponsável o bastante para crer que consegue operar com segurança nas frágeis águas do norte”, comentou Hila Krupsky, da campanha de clima e energia em Israel.

A pressa pela exploração do Ártico acontece em um momento em que o gelo polar, que já em processo de derretimento, começa a abrir áreas vistas como economicamente exploráveis. “O que acontece naquela região afeta todas as pessoas no planeta. Deveríamos enxergar o derretimento das geleiras do ártico como um chamado à ação contra o aquecimento global, e não encarar isso como uma oportunidade de lucros cada vez maiores”, concluiu Hila. Faça algo você também, mande seu recado para Barack Obama.

Participe