Jovens católicos abraçam campanha do desmatamento zero. Mais de mil assinaturas foram coletadas durante o Bote Fé Curitiba deste fim de semana. (®Greenpeace)

 

Cerca de 30 mil católicos participaram nesse sábado e domingo (23 e 24), na Praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico de Curitiba, de evento preparatório para a Jornada Mundial da Juventude, que ocorrerá em julho, no Rio de Janeiro, e que contará com a presença do novo Papa. Caravanas de diversos municípios  do Paraná e bairros da capital marcaram presença.

A juventude católica de Curitiba encampou campanhas democráticas e em defesa da vida, entre elas a do desmatamento zero. Reunidos em grupos de voluntários, os jovens coletaram mais de mil assinaturas de apoio ao projeto de lei de iniciativa popular e esclareceram a população sobre os prejuízos causados pelo desmatamento e a importância de conservar as florestas e os recursos hídricos.

Diversos segmentos da sociedade curitibana de todas as idades manifestaram apoio à iniciativa pela erradicação do desmatamento na Amazônia e no Brasil, como estudantes, religiosos, policiais e trabalhadores. A campanha, que seguirá ativa no Paraná e em diversos estados, já recebeu apoio de quase 765 mil pessoas e pretende reunir 1 milhão e meio de assinaturas para que o projeto de lei seja submetido ao Congresso Nacional. O diretor de Políticas Públicas do Greenpeace Brasil, Sérgio Leitão, falou aos jovens que "defender o desmatamento zero e proteger as florestas significa defender a vida."

No fim de semana foram realizadas palestras educativas, rodas de debate, shows musicais, apresentações teatrais e artísticas, jogos, gincanas e atividades educativas como oficinas de grafitagem. Na ocasião, a juventude católica recebeu os símbolos mundiais da Jornada,
a Cruz Peregrina doada pelo Papa João Paulo II e o Ícone de Nossa Senhora, momentos de muita emoção e celebração da vida, marcados por missa campal oficiada pelo Arcebispo de Curitiba, Dom Moacyr Vitti. O evento também contou com as presenças do governador do Paraná, Beto Richa, e do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.

"O ponto alto foi a participação expressiva dos jovens paranaenses, que mais uma vez  compareceram aos milhares, renovaram as esperanças pela edificação da paz e demonstraram muita disposição para defender as florestas e a natureza”, disse Marlon Roza, coordenador nacional da Juventude Palotina do Brasil e um dos organizadores do Bote Fé Curitiba.

*Kenzo Jucá Ferreira é coordenador da campanha do desmatamento zero do Greenpeace Brasil

Assine a petição.