Mudando de assunto, à tarde mais uma sala lotada: dessa vez para ouvir nosso campaigner de energia Ricardo Baitelo. Dessa vez as pessoas assistiram até pela janela o que o Greenpeace tinha a dizer.

Ricardo foi apresentar o relatório Revolução Energética, uma proposta da organização para a transformação da matriz energética brasileira. Mais uma vez foram dados gritantes que chamaram minha atenção e que eu divido aqui com vocês:

* Se você tiver o cuidado de utilizar bem a sua energia (não tomando banhos quentes e demorados, apagando a luz onde não tiver usando, desligando os aparelhos enetrônicos da tomada, etc) pode reduzir em 20% o desperdício da energia que usa.

* Aproximadamente 17% da energia gerada é perdida (ou na transmissão ou na distribuição). Isso é equivalente à uma Itaipu e 3 Angras perdidas em energia.

* Para se ter uma comparação, na Europa apenas 6% é perdido.

* Essa perda de energia resulta em um prejuízo de R$ 10 bilhões por ano.

* Pense nisso: a cada R$ 4 que você paga na sua conta de luz, R$ 1 é perdido.

As energias consideradas renováveis pelo Greenpeace são: energia solar, energia eólica, biomassa e pequenas hidrelétricas.

Pra você ter uma noção do potencial brasileiro: onde há menos sol por aqui poderíamos gerar mais energia do que no melhor lugar da Alemanha. Ah, e na Alemanha um cidadão pode ganhar até 1000 euros por ano se tiver um painel solar em sua casa e vender a energia que "sobrar" para as concessionárias.

De novo, o seu papel é fundamental:

- Procure comprar produtos com o selo de eficiência energética; - Tire os aparelhos que ficam em stand by da tomada; - Evite tomar banho das 6h da tarde às 10h da noite; - Aproveite a luz do sol na sua casa; - Apague as luzes nos cômodos onde não houver ninguém; - Não chame todos os elevadores do seu prédio (um só basta para te levar ao seu destino).

ENERGIAS RENOVÁVEIS. É AGORA OU AGORA.