[gallery]

Enquanto o Jorge entrevista o nosso capitão (sim, depois ele conta tudo aqui), eu resolvi dar uma volta e tirar umas fotos da vida a bordo do Arctic Sunrise. É uma mudança brusca sair do escritório em São Paulo e mudar para cá.

Brusca, mas agradável. Apesar do espaço restrito, não é sempre que se tem essa vista. Como vocês podem ver nas fotos, estamos em plena baía do Rio Guajará, que é um enorme rio, cuja distância entre uma margem e a outra pode chegar a 4km! Olhando daqui com a ajuda do zoom da câmera, só vemos árvores, é lindo.

O trabalho aqui é duro, estamos o tempo todo no preparo do Open Boat (aguarde, Belém!). Mas os momentos de relaxamento são recompensantes. É muito legal estar com várias pessoas de diferentes partes do Brasil. Tem gente de Salvador, do Acre, de Belém, do Rio, de São Paulo, de Porto Alegre... E o bate papo acontece depois do almoço, em volta da mesinha que vocês podem ver na foto, ela tem um mapa mundi (seria para sabermos onde estamos?) esculpido na madeira.

É muito fácil escrever sobre o barco num lugar como esses. Basta sentar num dos bancos, olhar o horizonte lá longe, depois do rio e observar as embarcações passando. Pequenas, com pescadores (provavelmente atrás do Pirarucu - o bacalhau da Amazônia) e se dar conta do quando o nosso planeta é grande e lindo.

Por isso, galera, salvar o planeta é agora ou agora! Não se esqueçam de fazer sua parte!