Nem todo mundo se sente no dever de acompanhar as decisões tomadas pelo governo brasileiro - muitas vezes de portas fechadas - mas todos sofrem com decisões mal tomadas. Impedir que elas aconteçam é uma parte importante do trabalho do Greenpeace que poucos conhecem.

No final de abril, o Greenpeace pediu aos seus 250 mil cyberativistas que assinassem uma petição contra a aprovação da MP 452 - parte do pacote Floresta Zero do Governo. Essa medida pretendia destinar ao Fundo Soberano Brasileiro a quantia de R$ 14 milhões para qualquer eventualidade - uma espécie cofrinho para emergências do governo. Como quem não quer nada, o Dep. José Guimarães (CE) inseriu nesta MP uma emenda que dispensa a licença ambiental prévia para obras nas rodovias brasileiras. O que uma coisa tem a ver com a outra? Nós também não sabemos, mas é assim que trabalham alguns deputados do nosso Brasil.

Graças à chuva de e-mails dos nossos cyberativistas pedindo aos senadores que votassem contra e à força de pessoas como Marina Silva, a MP 452 não foi votada. Por enquanto, nós e nossas florestas podemos respirar aliviados. O Greenpeace gostaria de agradecer à todos os que enviaram mensagens aos senadores e não deixaram esse absurdo ir adiante e acabar com nossas florestas. Quer fazer parte deste time? Seja um cyberativista, clique aqui!