Marcio Astrini da Campanha Amazônia do Greenpeace em encontro com Luciana Genro. Foto: ©Greenpeace

 Hoje recebemos a visita da candidata a presidência da República pelo PSOL, Luciana Genro.  No encontro, apresentamos propostas elaboradas pela organização para a área socioambiental que julgamos essenciais no debate eleitoral e a agenda de atividades que serão desenvolvidas pelo Greenpeace no período eleitoral.

Entre os assuntos abordados tratamos com a candidata de energia e os investimentos estratégicos do País na área (que deveriam priorizar investimentos em novas fontes renováveis, tendência mundial de desenvolvimento na área e que tem ainda espaço muito tímido por aqui); outro tema foi a mobilidade urbana, cujos tímidos investimentos do governo federal deveriam ser intensificados, trazendo como recompensa: a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, a diminuição das emissões crescente de gases do setor, dos problemas de saúde e do desperdício econômico associado ao caos urbano.

No debate sobre a Amazônia, destacamos a questão do desmatamento, cujos níveis de derrubada de floresta continuam inaceitáveis e trazem graves consequências socioambientais. Como solução, as propostas do Greenpeace entregues e discutidas com a ex-deputada vão da adoção imediata de uma política de desmatamento zero para as florestas do país, passando pela regularização fundiária e terminando por garantir pesados investimentos em tecnologia e novos modelos de controle de produtos florestais, como a extração madeireira.

O encontro de hoje faz parte de um projeto desenvolvido pela nossa organização para tentar influenciar o debate de temas socioambientais durante o período eleitoral, com o intuito de provocar os candidatos a assumir compromissos que garantam ao País uma agenda ambiental mais moderna e ousada.

Nesta mesma semana já havíamos nos encontrado com o candidato à presidência pelo PV Eduardo Jorge. Outros candidatos já tiveram agenda solicitada, como Aécio Neves, que  manifestou interesse através de sua assessoria e Eduardo Campos. A solicitação à presidente Dilma Roussef será encaminhada na próxima semana.