No dia em que se completa um mês do protesto pacífico que resultou na prisão de 28 ativistas e de dois jornalistas, a parte exterior do escritório do Greenpeace na cidade de Murmansk, noroeste da Rússia, foi invadida durante a noite.

Imagens do circuito interno de segurança mostram seis homens de rostos cobertos invadindo a parte exterior do escritório. Uma jaula que seria utilizada para um ato de solidariedade aos ativistas foi levada, mas não se sabe se foram os seis homens. O interior do escritório não foi invadido.

O escritório foi montado provisoriamente pelo Greenpeace na cidade para prestar assistência institucional e jurídica aos ativistas e jornalistas presos pelo governo russo.

Abaixo as fotos e um vídeo com as imagens completas do sistema de segurança.