Os gritos das ruas estão chegando ao poder público. Foto: Greenpeace/Alexandre Cappi

 

Há exato um ano, o recém-empossado prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, botou na rua seu Plano de Metas. O documento traz 123 ações para melhorar a cidade, que ele promete tirar do papel ao longo de sua gestão. Desse total, 13 medidas têm a ver com a mobilidade urbana.

Fizemos um apanhado (logo abaixo) do que está sendo levado adiante e do que ficou na promessa no quesito mobilidade urbana. As notícias não são lá tão ruins: todas as ações planejadas já estão, pelo menos, em andamento. A voz do povo, portanto, está chegando onde deve.

A onda de protestos que desde o ano passado vem tomando as ruas do Brasil deixou muita interrogação no ar. Mas trouxe também algumas certezas. Uma delas é de que as pessoas querem de volta o direito à cidade. Querem que os espaços públicos, ora, sejam públicos. E isso tem tudo a ver com mobilidade. Afinal, o acesso aos serviços que a cidade oferece só é possível se tivermos uma mobilidade que nos leve a eles.

Mas a gente sabe que, além de reivindicar, é preciso acompanhar o poder público para que os processos tenham participação popular efetiva. E, claro, para que nossas demandas não sejam deixadas de lado. A cada seis meses, a prefeitura de São Paulo deve apresentar um balanço do Plano de Metas. O primeiro deles veio com atraso de quatro meses, vindo a público só no último mês de janeiro. Estamos de olho. Porque transparência também tem a ver com a cidade que a gente quer.

Vamos às metas:

Meta 50: Tornar acessíveis 850 mil m² de passeios públicos.
Status: Em andamento: 150,5 mil m² implementados, sendo 4,5 mil m² nas rotas turísticas e 108 mil m² em passeios públicos da cidade.

Meta 51: Ampliar a acessibilidade para as pessoas com mobilidade reduzida, garantindo 100% da frota acessível.
Status: Em andamento: A reposição da frota atual de ônibus e micro-ônibus permitiu que a acessibilidade física alcançasse 71% do total da frota.

Meta 93: Projetar, licitar, licenciar, garantir a fonte de financiamento e construir 150km de corredores de ônibus
Status: Em andamento: 1) Obras iniciadas em 36,6 km de corredores (Inajar de Souza, M Boi/Santo Amaro, Berrini) e no Terminal Itaquera; 2) 44 km licitados (Capão, Leste Radial trechos 1 e 2, Leste Itaquera e Viário Jd. Ângela);  3) 138km em licitação; 4) Assinados os termos de compromisso para o programa de Mobilidade Urbana, viabilizando financiamento federal para 126 km de corredores nas zonas sul, leste e norte, além do Terminal Itaquera

Meta 94: Implantar as novas modalidades temporais de Bilhete Único (Diária, Semanal e Mensal).
Status: Em andamento: Entregue bilhete único mensal, incluindo integração com metrô e CPTM, com 201.314 mil pessoas cadastradas em 2013.
OBS.: As modalidades semanal e diária não foram entregues. No entanto, constam como ‘Concluídas’ no relatório da Prefeitura.

Meta 95: Implantar funcionamento 24h no transporte público municipal;
Status: Em andamento: Finalizado diagnóstico e a concepção de linhas do transporte 24h.

Meta 96: Implantar 150 km de faixas exclusivas de ônibus
Status: Concluída: Cerca de 300km de faixas já foram implantadas, distribuídas entre as várias regiões da cidade.

Meta 97: Implantar uma rede de 400km de vias cicláveis.
Status: Em andamento: 49,3km de ciclovias em obras (conclusão prevista entre fevereiro e setembro de 2014).

Meta 98: Modernizar a rede semafórica.
Status: Em andamento: Redução da possibilidade de queima dos semáforos em períodos de chuva em 2 mil cruzamentos reformados, com 440 nobreaks instalados.

Meta 99: Projetar, licitar, licenciar e garantir a fonte de financiamento para a execução do Plano Viário Sul.
Status: Em andamento: Viabilização financeira, através de recursos federais, de 26km de corredores do Viário Sul, com obras de melhorias viárias. Em obras: Ponte do Rio Embu-Guaçu.

Meta 100: Concluir as obras do complexo Nova Radial.
Status: Em andamento: Viaduto Itaquera entregue em nov/2013; Passagem Inajar Guaçu em obras; Licenciamento ambiental concluído.

Meta 101: Projetar, licitar, licenciar, garantir a fonte de financiamento e construir a ponte Raimundo Pereira de Magalhães.
Status: Em andamento: Projeto funcional (estudo de alternativa) em andamento.

Meta 102: Ampliar o Programa de Proteção ao Pedestre atingindo 18 novas grandes avenidas e 14 locais de intensa circulação de pedestres.
Status: Em andamento: Ações preventivas realizadas durante 2013 em 14 grandes avenidas e 11 locais de concentração de pedestres, com 700 operadores/mês em média; Redução de 10% dos atropelamentos entre 2012 e 2013.

Meta 103: Construir a Alça do Aricanduva.
Status: Em andamento: Projeto Básico/ Executivo em andamento