A Declaração Internacional pelo Futuro do Ártico ganha novos signatários. 

O Instituto Akatu e a ONG SOS Mata Atlântica se posicionaram a favor da proteção do Ártico assinando o documento que já passou pelas mãos de importantes figuras no mundo inteiro. O apoio é reforçado pela aderência do ativista sócioambiental Chico Whitaker, co-fundador do Fórum Social Mundial, e do ex-vice-ministro de Produção Nacional do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Helio Mattar – hoje presidente do Instituto Akatu.

Chico Whitaker, ativista co-fundador do Fórum Social Mundial. © Greenpeace

O documento foi formulado com o propósito de pressionar as nações que possuem território no Ártico (Noruega, Canadá, Rússia, entre outros) a vetarem qualquer tipo de exploração na região. A Declaração é voltada para pessoas influentes como políticos, empresários e artistas que possam engrossar o movimento e o lobby pela criação de um Santuário Protegido no Polo Norte.

No Brasil, já assinaram Marina Silva (PSB), Alfredo Syrkis (PSB-RJ), Sergio Xavier (ex-ministro do meio ambiente), Ricardo Abramovay (Instituto de Relações Inernacionais - USP e FEA-USP), Oded Grajew (fundador da Grow Jogos e Brinquedos), José Eli da Veiga (Instituto de Energia e Ambiente - USP), João Paulo Capobianco (Conama, ICMbio, SOS Mata Atlântica, ISA e ex-diretor executivo do Ministério do Meio Ambiente), entre outros.

Leia mais:

A ideia é que todos possam ajudar. Por isso criamos três passos simples para que qualquer pessoa mobilize quem ela julga importante a defender o Ártico. Entre no site e saiba mais. Leia a Declaração pelo Futuro do Ártico na íntegra aqui e veja a lista completa de signatários aqui.