Berlim, 15 jul (EFE).- O depósito subterrâneo de resíduos nucleares de Asse, uma antiga mina de sal no estado alemão da Baixa Saxônia, teve um novo vazamento de lixo radioativo, segundo anunciou ontem à noite o Escritório Federal de Segurança Nuclear da Alemanha (BfS).

No entanto, a instituição pública ressaltou que o vazamento não ameaça o entorno, nem a segurança dos trabalhadores do depósito nuclear, que armazena mais de 120 mil recipientes de resíduos nucleares de baixa e média radiação.

Segundo o BfS, durante um controle rotineiro do depósito Asse II foram encontrados resíduos contaminados no ponto de maior profundidade da galeria dois, a cerca de 950 metros embaixo da terra.

O depósito de resíduos nucleares de Asse recebeu 127.300 recipientes de lixo radioativo em 1978. Foi o primeiro depósito de resíduos nucleares do mundo construído sob terra, no caso, aproveitando as galerias de uma antiga mina de sal.

Diversos grupos ambientalistas exigem o fechamento do depósito de Asse, cujas condições não atendem as atuais normas de segurança nuclear. EFE jcb/bba