De acordo com estudo encomendado pela Organização das Nações Unidas, o aquecimento global ameaça provocar extinção imediata dos recifes de corais. Além disso, a falta de serviços proporcionados por este rico ecossistema causaria um prejuízo de US$ 170 bilhões anuais. É mole ou quer mais? O trabalho é do indiano Pavan Sujdev, que é um economista e vem tentando valorar o serviçoes ambientais trazidos pelos recifes de corais, como por exemplo a proteção da zona costeira e a alimentação aos peixes. Isso ainda, sem pensar no benefício em absorver naturalmente CO2 da atmosfera. Segundo o estudo, um coral produz por ano entre 80 milhões e 1 bilhão de doláres em oportunidades para turismo e lazer. Também foi avaliada a proteção dos litorais às principais catastrofes naturais como inundações: entre US$ 25 e 34 milhoes anuais para cada hectare.

O estudo também tenta calcular o custo da recuperação dos recifes de coral: até US$ 542 mil por hectare. Esta operação, no entanto, recuperaria imediatamente US$ 129 mil por ano nos "serviços prestados". As taxas de CO2 na atmosfera, que atualmente chegam a 387 ppm (partes por milhão), deve ser inferior a 350 ppm para salvar os corais.

Alguém ainda duvida da importância de combater o aquecimento global para salvar os oceanos? E de salvar os oceanos para diminuir o aquecimento global?

Ainda que estudos que dêem valor aos serviões prestados pela natureza são muitas vezes questionados, vale considerar a importãncia de ecossistemas costeiros-marinhas para manter a estabilidade e a regulação da temperatura do planeta.