Há mais de 40 anos, o Greenpeace vem lutando em todo o mundo, de forma independente, pela proteção do meio ambiente. No Brasil atuamos há 24 anos com importantes vitórias nas áreas de proteção à floresta, estímulo a fontes limpas e renováveis de energia e melhoria da qualidade de vida em nossas cidades. Uma parte disso pode ser vista no vídeo acima. Globalmente, entre as muitas vitórias que obtivemos em conjunto com nossos apoiadores e parceiros está a proibição à caça de baleias, decidida em 1986.

Paul Watson, um dos primeiros membros do Greenpeace, recentemente escreveu um texto em sua página no Facebook com uma série de ataques injustos contra nós, acusando-nos de apoiar a caça esportiva e comercial de ursos polares.

Vamos direto ao ponto: o Greenpeace não apoia e jamais apoiou a caça esportiva e comercial de ursos polares.

Esta acusação é falsa, mas foi reproduzida por um website brasileiro que não nos procurou em momento nenhum para ouvir o nosso lado antes de publicar a história. Infelizmente, induzidas pelo texto com as falsas acusações de Paul Watson, muitas pessoas que se preocupam de forma justa com a preservação da vida animal estão questionando o trabalho sério que fazemos em favor do meio ambiente e até adotando atitudes extremamente agressivas contra o Greenpeace nas redes sociais.

Uma busca no website do Greenpeace e em outros materiais institucionais mostra que jamais apoiamos a caça esportiva e comercial de ursos polares. É importante ter isto como referência antes de reproduzir as acusações de Paul Watson.

O fato de ele ter sido uma das pessoas que esteve no Greenpeace desde os primeiros dias é usado como uma espécie de credencial para aumentar a credibilidade do que diz. Mas não deveria. Especialmente porque Paul Watson já saiu da liderança do Greenpeace há muitos anos, mais precisamente em 1977. Detalhes sobre esta história podem ser encontrados aqui. De nossa parte, respeitamos o seu passado, mas não podemos concordar com suas práticas atuais.

No Greenpeace enfrentamos a todo momento muitos desafios para defender o ambiente e a vida. Lutamos diariamente com afinco e dedicação para manter nossa independência, que só é possível com o apoio direto das pessoas. Histórias falsas como esta são muito prejudiciais para os nossos esforços, mas acreditamos que o bom senso vai prevalecer.

Estamos abertos para seguir conversando sobre isso. Qualquer dúvida que tiverem podem mandar diretamente para mim no email asensio.br@greenpeace.org.

Obrigado!

Asensio Rodrigues
Diretor Executivo
Greenpeace Brasil