Antonio Carlos Batista Neves e Juliano Matos anunciam o parque eólico. Foto: Greenpeace / Lunaé Parracho

No hold do Arctic Sunrise, como fizemos em Fortaleza e em Recife, estamos realizando o seminário "Energias renováveis: potencial, limitações e relevância no atual cenário de mudanças climáticas". Estão presentes aqui neste momento Marcelo Furtado, diretor executivo do Greenpeace Brasil; Neilton Fidelis da Silva, do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas; Paulo Altaur Pereira Costa, Secretário Adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Energético do MME; Antonio Carlos Batista Neves, Secretário Estadual de Infra-Estrutura da Bahia; Juliano Matos, secretário do Meio Ambiente da Bahia; e Beth Wagner, representando o Governo do Estado. O seminário será seguido por uma discussão sobre o potencial das energias renováveis no Nordeste e um debate sobre as políticas públicas, mercado e investimentos para energias renováveis.

Mas a grande notícia do dia já foi dada: o Governo da Bahia anunciou a criação do primeiro parque eólico do estado! A região de Caetité, onde estivemos para analisar a água usada pela população para consumo no entorno da mina de urânio, será a localidade do parque. Anunciada pelo Secretário Estadual de Infra-Estrutura da Bahia, Antonio Carlos Batista Neves, o parque licenciado na última sexta-feira será construído pela Renova Energia e gerará 700mW através das turbinas eólicas.

É a prova de que os seminários que realizamos geram frutos e servem de palco para anúncios benéficos para os estados que visitamos. Torcemos para que o parque eólico em Caetité seja sinal de mudança numa região onde se extrai combustível para uma fonte de energia suja, ultrapassada e perigosa.