Greenpeace na ONG Brasil 2013 (©Greenpeace)

 

Imagine um lugar frequentado por pessoas que trabalham para preservar a natureza, salvar os animais, ajudar pobres e carentes – seja dando assistência médica, seja oferecendo condições básicas de moradia – e oferecer inclusão social aos deficientes. Essa é a ONG Brasil, a maior feira nacional do terceiro setor, que oferece espaço para organizações independentes promoverem seu trabalho e angariarem suporte da sociedade civil.

Em seu segundo ano de feira, o Greenpeace levou um tema muito sério: o Ártico sob ameaça das petroleiras, da pesca exploratória e do degelo. Mas o tiro das autoridades russas, que prenderam vinte e oito ativistas do Greenpeace – entre eles a brasileira Ana Paula Maciel – e dois jornalistas em setembro, saiu pela culatra: hoje o assunto é digno de horário nobre e virou até capa de jornal.

A integração com as outras ONGs foi natural, o que agregou muito no resultado do evento. O Greenpeace, como grande referência do terceiro setor, acredita cumprir um importante papel trocando experiências com organizações que compartilham nossos valores.

“A ONG Brasil é importante para o Greenpeace para nós podermos divulgar as campanhas, aproximando esses assuntos do cotidiano da pessoas. Além disso, consideramos muito importante divulgar a filantropia no Brasil: fazer com que o cidadão apoie mais e participe mais.” explica André Bogsan, Diretor de Marketing e Captação de Recursos do Greenpeace Brasil.

O evento, instalado no Expo Center Norte, termina amanhã, dia 30 de novembro. Para mais informações, acesse o site da ONG Brasil.