Projeção do Imazon é de que haverá mais desmatamento no estado do Pará (©Greenpeace/Daniel Beltrá)

O Imazon publicou o boletim Risco de Desmatamento para o período de agosto de 2012 a julho de 2013 e estimou uma taxa de desmatamento total de 5.055 km2 para os oito  estados da Amazônia (AC, AM, AP, MT, PA, RO, RR, e TO). A concentração do desmate se dá mais nos estados do Pará (66%), Mato Grosso (12%) e Rondônia (12%).

Sendo assim, as regiões com maior probabilidade de desmatamento estão localizadas ao longo da BR-230 (Rodovia Transamazônica), na região da Terra do Meio (PA) e em todo o percurso da BR-163 (Rodovia Cuiabá- Santarém). Demais áreas de concentração estão situadas ao leste do Acre e no norte de Rondônia.

Em áreas privadas, devolutas ou em conflitos por posse, o risco de desmatamento é de 60% da área total. Já os assentamentos da reforma agrária respondem por 30% da região sob risco. As unidades de conservação correspondem a 8% e as Terras Indígenas com 2%.

O levantamento aponta Novo Repartimento, Pacajá e São Félix do Xingu, todos localizados no Pará, como os municípios que têm a maior área sob risco.

Assine a petição.