O Greenpeace pede aos Membros do Conselho do KFC que ajam para proteger as florestas tropicais (©Corbis/Gregg Segal)

 

Recentemente, o KFC publicou um novo comunicado em seu site chamado “Fornecimento Sustentável e Recuperação de Resíduos” (clique e leia em inglês). Parecia que este poderia ser o começo de uma resposta à campanha do Greenpeace na qual centenas de milhares de pessoas pediram para os chefes do KFC pararem de destruir as florestas tropicais.

Tem sido um trabalho árduo obter qualquer tipo de resposta por parte do KFC. Durante dois anos, o Greenpeace tentou envolver a empresa em sua campanha. Primeiro, enviando cartas pedindo a proteção das florestas, depois, publicando uma investigação sobre sua cadeia de fornecimento (veja o relatório em inglês) e, finalmente, com o lançamento de uma campanha pública. Até agora o KFC não explicou detalhadamente como a empresa vai abordar as questões levantadas.

Alguns aspectos desta última declaração demonstram que, ao menos, o KFC tem escutado aos apelos de proteção das florestas. Mas até que a empresa forneça muito mais detalhes aos seus milhões de clientes e aos seus acionistas sobre se vai se comprometer com uma política de mitigação do desmatamento global, é difícil saber se realmente o KFC está se comprometendo com o que as florestas e os tigres precisam. Por exemplo, o KFC vai deixar de usar mercadorias produzidas por empresas com a Asia Pulp and Paper (APP), que continua a destruir as florestas e o habitat do tigre?

Agora mais do que nunca, é crucial manter a pressão sobre os patrões do KFC, como o Diretor-Executivo, David Novak. Historicamente, Novak ignora as questões ambientais, ele já prometeu se reunir com outra ONG para tratar do mesmo assunto e , alguns dias antes da reunião, declarou que não entendia a importância do encontro.

Novak também é reticente quanto a tomar medidas sobre outros produtos ligados ao desmatamento, como o óleo de palma. Apesar de que na Reunião Geral Anual, mais de um terço dos acionistas votou a favor da Yum! – empresa que opera uma rede de fast food – a adotar compromissos com o uso de óleo de palma sustentável.

Considerado um guru sobre liderança, Novak é frequentemente encontrado promovendo seu livro “Levando as pessoas com você – a única maneira de fazer grandes coisas acontecerem”. No entanto, como ele pode afirmar ser um líder do século XXI quando está fechando as portas para críticos e não lidando com importantes questões de sustentabilidade?

Ajude-nos a convencer Novak a dar um passo decisivo enviando um e-mail ao seu Conselho de Diretores, o único grupo de pessoas que Novak não pode ignorar. O KFC começou a demonstrar algum interesse em nossa campanha, então agora é o momento de pedir ao Conselho do KFC que convençam o Diretor-Executivo, David Novak, a acabar com a destruição das florestas tropicais.