Fonte: Instituto Baleia Jubarte
Fonte: Instituto Baleia Jubarte

Está na temporada do turismo de observação de baleias aqui no Brasil. Pois é. Baleias no Brasil? Onde? Essas imensas criaturas vem para as águas quentes do Brasil para se reproduzirem e terem seus fillhotes, principalmente na costa da Bahia e Santa Catarina. O que você está esperando para se programar e ir avistar baleias???

Há mais de 20 anos, não se pratica mais atividade de caça e molestamento de baleias e golfinhos no nossa costa, devido ao decreto lei 7.643/1987. E com isso, baleias jubartes e francas, estão recuperando suas áreas de ocorrência e se espalhando ao longo da costa brasileira, o que possibilita o desenvolvimento da atividade do turismo de observação de baleias. Essa atividade, rende mais de 1 bilhão de doláres anuais no mundo todo e é uma das melhores alternativas econômicas a caça de baleias. Ou seja, a baleia vale mais viva do que morta. Infelizmente, não é esse o pensamento do governo japonês, que continua enviando suas frotas à região Antártica, com a desculpa esfarrapada de estar realizando pesquisa científica. Não precisamos ir muito longe, excelente projetos de pesquisa e conservação de baleias (Instituto Baleia Jubarte, Projeto Baleia de Bryde e Projeto Baleia Franca) são desenvolvidos no Brasil, alcançam excelentes resultados sem matar nenhuma baleia e ainda incentivam o turismo de observação de baleias e a criação de áreas marinhas protegidas, fundamentais para a preservação dos oceanos.

No início desse ano o Greenpeace, lançou um protesto online, BALEIAS DE ORIGAMI, onde as pessoas são convidadas a criar a sua própria baleia e enviar automaticamente uma carta ao primeiro ministro do Japão, pedindo que acabe com a caça de baleias: ilegal e desnecessária.

Esse protesto online já ganhou um prêmio no webbie awards, e já soma mais de 111 mil baleias. Isso mostra o quanto a sociedade é contra a caça de baleias. Se você ainda não criou a sua baleia de origami, esta é a hora. Mostre que você se importa com a conservação dos oceanos, crie a sua baleia e acompanhe essa trajetória.