O casal extrativista assassinado em 2011, na Amazônia. Foto: © Greenpeace/Felipe Milanez

Nomeado pela ONU como “Herói da Floresta”, o diretor da campanha Amazônia do Greenpeace, Paulo Adario, ofereceu o prêmio às vítimas da violência na região. Pelo menos uma delas estava lá. Irmã de Maria do Espírito Santo e cunhada de José Cláudio Ribeiro – casal de extrativistas assassinado ano passado no Pará – Laisa Sampaio recebeu uma homenagem em nome do casal, e tocou na ferida ao mandar um recado à presidente Dilma.

“A Amazônia é manchada de sangue, e essa mancha continua se espalhando. Nossa situação continua cada vez mais grave, porque o novo Código Florestal (...) não favorece o povo que vive e defende a floresta. A presidente Dilma não deve apoiar essa lei, porque debaixo do desmatamento há gente sendo morta”, discursou Laisa.

Paulo fez coro: “O debate do Código Florestal mostra que há um gargalo enorme entre os políticos e a população. Dilma está se omitindo nas discussões que vão enfraquecer o Código Florestal – e que estão sendo puxadas pelo lobby do agronegócio no Congresso”. 


E você, já mandou seu recado à Dilma? Aproveite e envie agora, clicando aqui.