Agora é lei! A cidade de São Paulo terá metas de redução de emissões de CO2 na atmosfera, levantamento de quanto é emitido na cidade por setor e medidas para mitigar a vulnerabilidade urbana a eventos climáticos extremos, como enchentes. Isso graças à aprovação hoje da Lei de Mudanças Climáticas na Câmara de Vereadores da cidade.

“Para o Greenpeace, a aprovação da lei na Câmara dos Vereadores mostra ambição, sentido de urgência e capacidade de liderança da cidade de São Paulo, que tem faltado ao governo federal”, afrimou Marcelo Furtado, diretor-executivo do Greenpeace no Brasil.

Em dezembro, as atenções do mundo estarão voltadas para a reunião da ONU sobre clima que acontecerá em Copenhague, na Dinamarca. Nesse encontro, líderes mundiais discutirão um novo acordo climático que sucederá o Protocolo de Kyoto a partir de 2012.

Entenda aqui o que significa essa reunião para o futuro do planeta.