Trânsito na cidade do Rio de Janeiro. Foto: © Karsten Smid / Greenpeace

 

Hoje é o dia do trânsito. Um dia pouco falado, mas muito importante porque diz respeito a um assunto que envolve a todos nós: o modo como nos deslocamos pela cidade. O trânsito e os transportes influenciam muito a qualidade de vida, porque um melhor ou pior planejamento da área pode fazer com que gastemos mais ou menos tempo com os deslocamentos que precisamos fazer. Disso ninguém duvida.

Mas você sabia que os transportes influenciam nossa qualidade de vida de outra forma também? O setor de transportes é, hoje, o maior emissor de gases de efeito estufa do Brasil, sendo que o uso cotidiano do carro é responsável por cerca de 49% dessas emissões.

O aquecimento global já é uma realidade, causando cada vez mais efeitos climáticos extremos e colocando em risco o ser humano e a biodiversidade.

As emissões do setor de transportes têm crescido tanto e de maneira tāo rápida que podem colocar em risco os esforços feitos pelo país para reduçāo das emissões de outros setores, como uso do solo.

Garantir uma melhor mobilidade urbana, que dê aos cidadāo mais opções de deslocamento além do carro, é a melhor forma de reduzir as emissões do setor e proporcionar mais qualidade de vida às pessoas. Afinal, quem nāo gostaria de poder gastar menos tempo no trânsito e poder ir de um lugar a outro de forma mais segura e confortável?

Por isso o Greenpeace lançou, em abril deste ano, a campanha #Cadê de mobilidade urbana, que cobra um melhor planejamento do setor e mais investimentos em uma mobilidade que seja melhor para você e para o meio ambiente.

Cobre do seu prefeito você também. Acesse nosso site e saiba como.