Atividade em Belo Horizonte pedindo melhor mobilidade urbana   © Bernardo Salce / Greenpeace

Atividade em Belo Horizonte pedindo melhorias na mobilidade urbana - ©Greenpeace/Bernardo Salce

 

Após muito se falar (e prometer) sobre transporte coletivo de qualidade, foi divulgado ontem, para consulta pública, o edital da concorrência que selecionará as empresas responsáveis pela construção de 130 dos 150km de corredores de ônibus prometidos pelo Haddad em diversas ocasiões e documentados na meta 74 do Programa de Metas divulgado em abril deste ano.

De acordo com a meta, até 2016 a cidade contará com 150km de novos corredores de ônibus, que deverão ser acompanhados de ciclovias ao longo de sua extensão. O casamento dos corredores com as ciclovias não consta no texto da meta, mas está explícito no detalhamento fornecido pela Prefeitura e é ótima oportunidade para promover a diversificação das formas como se dá o deslocamento na capital paulista, dando mais segurança para aqueles que escolheram a bike como transporte cotidiano.

Apesar disso, a leitura dos documentos disponibilizados pela SPTrans traz uma surpresa desagradável: a construção conjunta das ciclovias aparece apenas em alguns corredores, de forma solta e por vezes sem qualquer menção nos termos de referência, constando somente, em alguns casos, no desenho técnico da região. O procedimento ainda não está concluído e se espera que no dia 05 de agosto, quando termina o período em que a Prefeitura recebe críticas e sugestões, o edital e o termo de referência sejam revistos de forma a contemplar de forma expressa essa questão e a atender o que foi tantas vezes prometido e reprometido pelo Prefeito.

A sensação que fica é agridoce e um pouco amarga. Se por um lado damos um passo para frente rumo à melhor infraestrutura para o ônibus, dão-se também dois para trás – a Prefeitura parece ignorar que meta não se cumpre pela metade e também que a população não tem mais memória curta – a promessa das ciclovias ao longo dos corredores está bem viva na mente dos paulistanos, e será cobrada.