Com vocês mais algumas pessoas que literalmente, fazem o barco navegar!

Raoul Kowsoleea - Holanda - Segundo Engenheiro

foto: Greenpeace/Rodrigo Baleia
foto: Greenpeace/Rodrigo Baleia

"Eu amo o Brasil. É um país lindo e as pessoas são muito amigáveis. Eu comecei no Greenpeace em 2005 como engenheiro do navio e já viajei por quase todo o mundo. Os países de que eu mais gostei até hoje foram Brasil, Austrália, Fiji e México."

Luis Marcelo Legname - Argentina - Médico

foto: Greenpeace/Rodrigo Baleia
foto: Greenpeace/Rodrigo Baleia

"A Amazônia me parece uma região única no mundo. É a maior floresta da Terra. Uma região onde a natureza é muito forte. É uma obrigação moral do Brasil e do mundo tentar preservá-la para as gerações futuras. Tem muita coisa para ser feita. São as decisões políticas que podem mudar o futuro da Amazônia. E o Greenpeace quer chamar a atenção das pessoas para que elas pressionem o governo a ter uma postura ativa na preservação da Amazônia.

Eu navego desde 2001 – quando a minha profissão de médico permite, eu embarco no navio. Aqui eu sou ativista, tripulante e médico. A minha motivação é a natureza e o Greenpeace representa isso. Através dele, eu posso lutar pela preservação."

Ana Paula Alminhana Maciel - Brasil - Marinheira

foto: Greenpeace/Rodrigo Baleia
foto: Greenpeace/Rodrigo Baleia

"A beleza natural do Brasil é comparável a poucos lugares do mundo. Comecei trabalhando no programa Diálogo Direto (captação de fundos) e, em 2006, embarquei como voluntária no navio. A minha motivação hoje é a mesma de quando eu comecei. O Greenpeace me dá credibilidade para falar sobre os problemas ambientais. O pacifismo, a não-violência e a independência são os princípios do Greenpeace que eu acho mais importantes."

É isso aí! Daqui há pouco mais notícias sobre o Fórum.