As vacas invadiram, com muito bom humor, as ruas de São Paulo, Rio e Salvador para chamar a atenção da população sobre como o desmatamento da Amazônia, feito principalmente para dar espaço para a pecuária, contribui com o aquecimento global.

Em São Paulo, a chuva fez a atividade mudar da avenida Sena Madureira para o vão livre do Masp, mas não atrapalhou. Os paulistanos pararam para escutar o alerta do Greenpeace, assinaram nossa petição com demandas para o presidente Lula e deixaram seu recado no banner gigante, que será levado para Brasília no fim do ano.

No Rio, as vacas fizeram sucesso em regiões movimentadas: elas começaram o dia na Central, tomaram um metrô até a Uruguaiana e caminharam até o Largo da Carioca. A recepção foi muito calorosa. Em Salvador, em apenas três horas, as vaquinhas deram o que falar e conversaram com pessoas em pontos de ônibus, praças e regiões comerciais. Assim como os paulistas, os soteropolitanos assinaram o banner e a petição.

Amanhã e quarta tem mais atividade com as vaquinhas - e é apenas o começo da semana de mobilização pelo clima do Greenpeace. Confira aqui a programação!