Aprendendo com os pequenos

Notícia - 29 - jul - 2014
Feito por crianças, protesto na sede inglesa da LEGO pede o fim de sua parceria com a Shell como um posicionamento pela defesa do Ártico

Crianças protestam brincando em frente a sede da LEGO, em Londres. ©Elizabeth Dalziel/ Greenpeace

Na manhã de hoje, os maiores fãs da LEGO foram pressionar a empresa de brinquedo da maneira que melhor sabem fazer: brincando. Diversas crianças, acompanhadas pelos pais, construíram animais gigantes feitos de LEGO em frente sua sede em Londres para lembrar que a parceria com a Shell só pode trazer problemas ao Ártico e ao planeta.

Além de produzir bonecos e caminhões com a logomarca da Shell, a LEGO tem uma linha de brinquedo que remonta um cenário no Ártico. “É uma hipocrisia a LEGO celebrar a beleza do Ártico e ao mesmo tempo promover uma empresa que quer destruir a região”, defende Travis Nichols, coordenador da campanha Salve o Ártico.

Segundo ele, se companhias como a Shell continuarem a explorar no mar Ártico, a próxima geração de fãs da LEGO “vão poder brincar com suas miniaturas do Ártico, mas o verdadeiro já não existirá mais”.

Há menos de duas semanas, o Greenpeace tentou entregar à LEGO as 500 mil assinaturas que tínhamos na época, embora a empresa tenha se recusado a nos receber. Até o momento a petição conta com mais de 750 mil defensores do Ártico, que pedem o fim dessa parceria

A LEGO continua ignorando a opinião de milhares de fãs no mundo inteiro. Por isso o objetivo é mobilizar 1 milhão de assinaturas para criar um movimento tão grande que não possa ser ignorado.

Assine a petição, e peça para a LEGO tirar o logo da Shell da mão das crianças.

LEGO, desmonte sua parceria com a Shell e pare de brincar com o Ártico. Assine: www.legodesencaixedashell.org.br