Ela nos processou

10 comentários
Notícia - 13 - ago - 2012
Katia Abreu moveu uma ação contra o Greenpeace, que em 2009 a chamou de "miss desmatamento". Vamos recorrer - e nunca nos calar.

A motosserra de ouro seguiu Katia Abreu até Cancún, em 2010. (©Ivan Castaneira/Greenpeace)

 

O Greenpeace é uma organização não-governamental independente, que expõe situações que ameaçam o equilíbrio e a saúde do nosso planeta por meio de ações não-violentas.

Assumimos e sempre assumiremos a responsabilidade por nossas ações, e reiteramos nossa natureza pacifista e a legitimidade de nossos atos, ao protestar e jogar luz sobre questões que colocam em risco o interesse da sociedade brasileira e o bem-estar comum.

A ação a que se refere a decisão tomada pelo juiz Robson Barbosa de Azevedo foi, neste sentido, uma forma de levar à população brasileira o protagonismo da senadora Katia Abreu, presidente do principal órgão representativo do agronegócio brasileiro, a CNA, como defensora de um modelo de produção predatório e não-sustentável que estimula o desmatamento. É o caso de sua atuação ao defender o enfraquecimento do Código Florestal, em nome de uma suposta "insegurança jurídica", que não trouxe benefício adicional à conservação das florestas do Brasil.

O Greenpeace recorrerá da decisão, confiante no papel da Justiça e em nosso próprio papel como representante de milhares de colaboradores que buscam um país mais verde para si e as futuras gerações. Se condenados, cumpriremos a decisão. Mas não nos calaremos contra aqueles que não respeitam o bem comum e o direito da sociedade de ter um meio ambiente equilibrado para viver.

Assine a petição.

Tópicos
10 Comentários Adicionar comentário

(Não registado) Vicky says:

Essa criatura obtusa afirma que reservas legais servem apenas para "paisagem". Parabéns povo irresponsável que votou nessa bruxa.

Enviado 9 - out - 2012 às 23:09 Denunciar abuso Reply

João Carlos says:

Parabéns ao Greenpeace por essa luta heroica em defesa de nosso Meio Ambiente, devastado pela ganância de poucos, em detrimento da miséria de muitos! Contem sempre com meu apoio incondicional contra esses latifundiários imbecis, que sequer percebem que a desgraça, quando chegar (e vai chegar!), atingirá a todos, até mesmo a eles, seres "soberanos" e arrogantes que se acham infensos às tragédias naturais causadas pelo desmatamento!

Enviado 11 - set - 2012 às 13:56 Denunciar abuso Reply

(Não registado) João Carlos says:

O que essa "Miss Ruralista" quer, afinal? Já não basta sua ação predatória no Congresso, mobilizando os parlamentar...

Enviado 11 - set - 2012 às 13:51 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

nathibernardes says:

Apesar de ter sido uma atitude bem criticada e ser consideradas por uns e outros uma maneira bem anti ética, concordo plenamente que o ato foi de...

Enviado 17 - ago - 2012 às 16:11 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

(Não registado) Flávio says:

Desculpe, João, mas eu devo discordar de você

Os órgãos "superiores" tomam decisões a reto e a torto s...

Enviado 16 - ago - 2012 às 16:07 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

(Não registado) Diego says:

Parabéns Greenpeace! que como mais uma atitude heroica, pode criticar, responder debater ou até mesmo derrubar essas pessoas que são in...

Enviado 15 - ago - 2012 às 17:49 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

eliane says:

Tem que expor quem tem o poder (e dever) de proteger o meio ambiente e não o faz. Pior, colabora aprovando "leis" que pioram o quadro, ...

Enviado 15 - ago - 2012 às 13:38 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

cristina says:

João, é uma boa ideia.

Enviado 13 - ago - 2012 às 21:40 Denunciar abuso Reply

(Não registado) Samuel1 says:

Parabens por denunciarem os que destroem o nosso futuro, não há violência pior do que destruir o planeta onde vivemos.

Enviado 13 - ago - 2012 às 16:50 Denunciar abuso Reply

(Não registado) ≈≈≈João≈≈≈ says:

discordo no texto quanto a ausência de violência. vejo violência na atitude irônica em premiar a senadora. acho q a organizaç...

Enviado 13 - ago - 2012 às 15:32 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

1 - 10 de 10 resultados.

Postar um comentário 

Para postar um comentário, você precisa estar logado.