O início do fim das florestas

18 comentários
Notícia - 25 - abr - 2012
Hoje a Câmara dos Deputados mostrou o que quer: o fim das florestas no Brasil. Por 274 votos a 184, com duas abstenções, foi aprovada hoje a proposta que desfigura o Código Florestal.

Esta árvore solitária já foi parte de uma floresta. A foto foi realizada em fevereiro passado, próximo a Santarém/PA. (©Greenpeace/Daniel Beltrá)

Hoje a Câmara dos Deputados mostrou o que quer: o fim das florestas no Brasil. Por 274 votos a 184, com duas abstenções, foi aprovada hoje a proposta que desfigura o Código Florestal, escrita pelo deputado ruralista Paulo Piau (PMDB-MG) sobre o texto aprovado pelo Senado, segue agora para sanção da presidente, Dilma Rousseff. Se ela não se mexer, e vetar o texto, esse futuro será seu legado.

O texto aprovado dá anistia total e irrestrita a quem desmatou demais – mesmo aqueles que deveriam e têm capacidade de recuperar matas ao longo de rios, por exemplo – e ainda dá brecha para que mais desmatamentos ocorram no país. Ele é resultado de um processo que alijou a sociedade, e vai contra o que o próprio governo desejava. Com isso, avanços ambientais conquistados ao longo de décadas foram por água abaixo.

“Acabamos de assistir ao sequestro do Congresso pelos ruralistas. Pateticamente, a presidenta que tinha a maior base de apoio parlamentar na história recente deste país, foi derrotada por 274 votos de uma malta de ruralistas que se infiltrou e contaminou o tecido democrático brasileiro como um câncer”, diz Paulo Adario, diretor da campanha da Amazônia do Greenpeace. “Desde o início do processo, o Brasil esteve refém dos interesses do setor, que fez de tudo para incorporar suas demandas ao projeto de lei. A população, que se mostrou contrária à anistia aos desmatadores e a brechas que permitem mais devastação, foi o tempo inteiro ignorada”.

Há mais de uma década os ruralistas tentam acabar com o Código Florestal. Finalmente conseguiram uma brecha, alimentada pela indiferença de um governo que não dá a mínima para o ambiente e a saúde da população. O resultado é um texto escrito por e para ruralistas, que transforma a lei ambiental em uma lei de ocupação da terra.

“Enquanto o Congresso demonstra claramente que se divorciou de vez da opinião pública que deveria representar – e que em sua imensa maioria se opõe ao texto do código ruralista – resta à Dilma uma única alternativa. Ela tem de demonstrar aos brasileiros que está à altura do cargo que ocupa – e que ganhou ao prometer aos eleitores que não iria permitir anistia a criminosos ambientais nem novos desmatamentos”, afirma Adario. “Caso contrário, o governo vai dar provas de que é subjugado pelos ruralistas, ao sofrer mais essa derrota.”

Os brasileiros têm uma oportunidade de mostrar que não querem ver a motosserra roncar. A melhor resposta a essa reforma do Código Florestal é assinar o projeto de lei popular pelo desmatamento zero, que o Greenpeace e outras organizações encapam.

Assine a petição.

18 Comentários Adicionar comentário

(Não registado) amoraby souza says:

Não sei nem o que dizer com tanta hipocrisia das partes dos políticos, esse foi um dos grandes erros.

Enviado 3 - mai - 2012 às 18:56 Denunciar abuso Reply

RafaelVasconcelos says:

De todos os absurdos que esse país já protagonizou esse sem dúvida é o pior! #AcordaPovo!

Enviado 2 - mai - 2012 às 14:04 Denunciar abuso Reply

(Não registado) mimy91 says:

As pessoas deveriam enxergar que a economia não é o mais importante. Antes disso vem a saúde do nosso planeta, o equilíbrio que a ...

Enviado 30 - abr - 2012 às 13:30 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

Gislene says:

triste, q vergonha...

Enviado 30 - abr - 2012 às 12:44 Denunciar abuso Reply

Letícia says:

O engraçado sobre esse código é que ele é factível. É viável, por isso foi aceito assim, facilmente. Ele, apesar de...

Enviado 28 - abr - 2012 às 13:17 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

(Não registado) fernanda raquel says:

O que o greenpeace está fazendo nos outros países para proteger florestas e animais? Vejo ele aí no Brasil enquanto aqui nos EUA o pess...

Enviado 28 - abr - 2012 às 12:32 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

(Não registado) Ongolpismo says:

FORA ONGs GOLPISTAS, O CODIGO APROVADO É DEMOCRATICO, E NÃO VAI TORNAR O PRODUTOR EM BANDIDO. FORA ONGOLPISTAS. FORA PETRALHAS COMUNISTAS VE...

Enviado 28 - abr - 2012 às 0:12 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

NADYR bonifacio says:

infelizmente esse resultado já era esperado.

a luta pelo veto ao código florestal continua .

abraços
...

Enviado 27 - abr - 2012 às 20:22 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

(Não registado) Josefa says:

Fim não apenas das florestas e toda biodiversidade que a compõe. Fim também dos recursos hídricos, que são "protegidos" pelas áreas de "proteção" permanente...APPs. Incrível um país que coloca as suas fichas em energias dependentes da água - como hidrelétricas e etanol - não cuidar devidamente das florestas, que protegem os mananciais e participam sistemicamente dos esquemas de chuva. É muito sér...io isso. É um caso que afeta a segurança nacional, do ponto de vista não apenas ambiental, mas energético e alimentar. A sociedade civil está sendo muito complacente com essas decisões. O preço que a sociedade brasileira pagará em 2050 será altíssimo. Mas qual político está preocupado com 2050? Preocupam-se com as eleições de 2012, 2014, e olhe lá. Visão de curto prazo não funciona para um país em desenvolvimento. Queremos mais,merecemos mais, muito mais do que os políticos atuais são capazes de oferecer. VETA DILMA.

Enviado 27 - abr - 2012 às 13:10 Denunciar abuso Reply

(Não registado) JessikaIrias says:

Meu Deus! Ninguém enxerga que para que a economia do Brasil se estabilize de forma saudável é de extrema necessidade a preservaç�...

Enviado 27 - abr - 2012 às 11:49 Denunciar abuso Reply

Read more Read less

1 - 10 de 18 resultados.

Postar um comentário 

Para postar um comentário, você precisa estar logado.