Os guerreiros do Arco-Íris

1 comentário
Notícia - 15 - set - 2011

DAVID MCTAGGART
1932–2001

Pragmático, focado e famoso por ser implacável, David McTaggart traduziu o espírito livre do Greenpeace em uma organização internacional. O canadense que encarou a marinha francesa com um pequeno veleiro lançou as bases do que o Greenpeace é atualmente: internacional, efetivo e independente.

Clássico do Greenpeace

Em 1972 um curioso jornal prendeu a atenção de David McTaggart, um canadense que estava vivendo na Nova Zelândia. Um novo grupo chamado Greenpeace estava a procura de um barco e de um capitão para navegar até o atol de Moruoa para protestar contra o teste de armas nucleares. McTaggart prontamente renomeou seu próprio barco “Greenpeace III” e zarpou rumo ao destino. Sua presença forçou o governo francês a suspender os testes, antes que uma embarcação da marinha francesa se chocasse com seu barco para acabar com a situação embaraçosa. A ação se tornou algo que ficaria conhecido como o clássico do Greenpeace – um pequeno barco desafiando uma das grandes forças militares da Terra.

Empreendedor

Foi o pragmatismo e o jeito implacável de McTaggart’s, combinado com seu impecável empreendedorismo que formou a organização Greenpeace. Logo após se juntar ao Greenpeace, McTaggart começou a buscar mais suporte por todo o continente europeu. Graças a isso, a organização se estabeleceu em nove países, mas os escritórios começaram a ter conflitos entre eles. McTaggart entrou em cena (não sem enfrentar resistência) e em 1979 forjou uma nova aliança internacional, unindo as diferentes facções sob a guarda de sua liderança. Assim nascia o Greenpeace Internacional. Alguns anos anos tarde, McTaggart percebeu que a América Latina e os países da cambaleante União Soviética precisava do Greenpeace e dirigiu esforços para estabelecer novos escritórios nesses países.

Direcionando forças

Não violência, confrontos criativos, independência – o cerne da fundação do Greenpeace foi estabelecido antes de McTaggart estar a bordo; mas como nenhum outro fundador, o canadense implacável definiu o crescimento do movimento, sua esttrutura e métodos.

Entre 1975 e 1991, ele estava direcionando forces por meio das campanhas do Greenpeace para salvar baleias, parar o descarte de lixo nuclear e proteger o continente antártico da exploração mineral e petrolífera. A organização que começou sua vida em um barco em ruínas rumo às ilhas de Amchitka já possuía em 1985 três navios e 50 campanhas ao redor do mundo.

Visão sólida

O caráter de McTaggart tem sido descrito como calculado, imprevisível e às vezes irritante por aqueles que tinham trabalhado com ele. Não havia dúvidas de que ele era um sujeito focado. No entando, poucos negariam que ele era também um homem charmoso e carismático, que tinha uma visão sólida para a organização.

McTaggart queria que o Greenpeace fosse internacional. Ele queria a elaboração de rápidas decisões e fortes lideranças – e ele trabalhava sem descanso para que a organização chegasse lá. Ele também tentou evitar a publicidade pessoal e fez isso parte do método do Greenpeace: era a missão e o grupo que tinham a atenção e não as personalidades.

Nível mundial

Hoje em dia o Greenpeace é uma organziação global, moderna, com sua operação altamente eficaz e com escritórios eespalhados pela Ásia, América Latina, Europa, América do Norte e África. Sua estrutura integrada significa que os problemas globais podem ser espalhados em um nível global. As fundações disso foram definidas pelo homem que embarcou em um sonho e que dedicou toda a sua vida aos problemas ambientais. Seguindo 20 anos com o Greenpeace (que ele mais tarde afirmou ter acrescido 30 anos em sua idade), McTaggart se aposentou da presidência do Greenpeace Internacional em 1991. Ele se estabeleceu em uma fazenda na Itália, onde produziu óleo de oliva orgânico e continuou a trabalhar com baleeiros por meio de sua própria fundação. David McTaggart morreu em um acidente de carro nos arredores de sua casa na Itália no dia 23 de março de 2001.

Tópicos
1 comentário Adicionar comentário

(Não registado) Fernando says:


Precisamos de todos,para proteger o nosso Planeta.

Enviado 26 - abr - 2012 às 15:01 Denunciar abuso Reply

Postar um comentário 

Para postar um comentário, você precisa estar logado.