São Paulo sinaliza eliminar poluição dos ônibus em 20 anos

1 comentário
Notícia - 14 - dez - 2017
Após primeira votação na Câmara Municipal, projeto de lei que estabelece metas de redução de poluentes nos ônibus da capital deve passar por segunda votação antes de ser sancionado pelo prefeito

Ônibus terão de zerar as emissões de CO2 e reduzir em 95% a emissão de material particulado (fuligem) nos próximos 20 anos - Foto: Dennis Fidalgo

Na noite desta terça-feira (12) foi votado, o projeto que pretende substituir o artigo 50 da Lei de Mudanças Climáticas da cidade de São Paulo. Ele determinava que, a partir de 2018, todos a frota municipal, incluíndo os ônibus do transporte público, fosse abastecida com combustível 100% renovável - o que foi completamente ignorado pela Prefeitura e as empresas de transporte por quase 10 anos de vigência. Agora, o novo texto traz metas mínimas aceitáveis para a redução das emissões em 20 anos e, diferentemente do anterior, estipula sanções duras para quem não cumpri-las.

A nova norma cria também um comitê, composto por membros da sociedade civil, para gerenciar a transição dos ônibus atuais, poluentes e velhos, por ônibus mais novos e com menor emissão. Em 20 anos, é preciso zerar a emissão de CO2 de origem fóssil e reduzir em 95% a emissão material particulado fino (a fuligem que sai de veículos movidos à diesel).

O texto precisa passar por uma segunda votação na Câmara e ser sancionado pelo prefeito sem prejuízo do seu conteúdo. Por isso, entregamos aos vereadores de São Paulo dados que mostram não apenas a necessidade de se adotar combustíveis limpos em função dos impactos do diesel na saúde, como também a sua viabilidade financeira. Em 10 anos de uso, um veículo elétrico se torna 6% mais barato que o seu equivalente a diesel - veja a planilha abaixo ou clique na imagem para baixar o material completo sobre o caso:

 

 Fonte: Dossiê Ônibus Limpo

Portanto, se houver mudanças no texto, elas devem ser para reduzir ainda mais os níveis de emissão e poluição. Não podemos aceitar nenhuma mudança que reduza a ambição mínima que conseguimos garantir após extensas conversas e negociações com o Legislativo, Executivo e empresas do setor. O trabalho ainda não acabou. Estamos de olho!

Saiba mais:

7 motivos para investir já nos ônibus elétricos

Tópicos
1 comentário Adicionar comentário

vnmare says:

As nossas reservas de petróleo duram mais 50 anos. Acredito que seja uma forte razão para este projeto

Enviado 4 - mar - 2018 às 18:35 Denunciar abuso Reply

Postar um comentário 

Para postar um comentário, você precisa estar logado.