Voo de encher os olhos

2 comentários
Notícia - 9 - mai - 2012
Conheça o Amapá, Estado mais florestado do país. A petição pelo Desmatamento Zero vai garantir que toda esta beleza não acabe virando fumaça.

A variedade de tons de verde no Piratuba e o contraste com as águas azul-safira dos lagos são de encher os olhos de cores. (©Greenpeace/Rogério Reis/Tyba)

No dia 11 de abril, uma equipe do Greenpeace fez um sobrevoo de 4 horas sobre algumas regiões de floresta do Amapá. A ideia era ver, lá do alto, como é o Estado mais florestado do país e identificar possíveis locais que pudessem ser visitados por terra, rio ou mar, em fins de abril, quando o Raibow Warrior aportaria em Macapá.

O avião partiu da capital do Amapá em direção ao Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, o maior do Brasil, com 3,8 milhões de hectares e praticamente livre, ainda, da pressão humana. Depois seguiu para Oeste, passando sobre a Reserva Biológica do Lago do Piratuba.

Seus 400 mil hectares são dominados por ambientes lacustres, florestas e mangues que pintam a paisagem com uma palheta interminável de tons de verde. O ponto final do sobrevoo foi o arquipélago do Bailique, um grupo de ilhas cobertas por manguezais no litoral.

O Amapá ainda tem 96% do seu território coberto por vegetação nativa. E a variedade de ecossistemas é impressionante. Campos naturais viram cerrados, que dão em florestas fechadas, que terminam abruptamente em lagos azul safira, cobertos por plantas aquáticas e isolados do mar por intermináveis manguezais. As vistas são de acabar com qualquer fôlego. Que o digam as pessoas que tripulavam o avião.

Leia mais:

Entre elas, havia gente como Paulo Adario, diretor da Campanha Amazônia do Greenpeace, e Cristoph Jaster, diretor do Parque do Tumucumaque, que já viram muita floresta na Amazônia. Ainda assim, os dois, como o resto da tripulação, se comportaram no sobrevoo como se estivessem vendo mata praticamente pela primeira vez. "A coisa mais frequente que se ouvia dentro do avião cada vez que se avistava um nova região era 'puta que pariu, puta que pariu, que lugar lindo'", brincou Jaster. Com o perdão do leitor, o termo era a mais fiel expressão de um estado de êxtase que a beleza da floresta ainda é capaz de proporcionar.

Veja as imagens e descubra porquê:

Assine a petição.

2 Comentários Adicionar comentário

Janah_dii_matos says:

Maravilhoso *.*

Enviado 21 - mai - 2012 às 8:36 Denunciar abuso Reply

Sofia says:

Nossa que lindo! Amei

Enviado 9 - mai - 2012 às 22:05 Denunciar abuso Reply

1 - 2 de 2 resultados.

Postar um comentário 

Para postar um comentário, você precisa estar logado.