Em um pedacinho da Amazônia, jovens produzem seus recados à CDB

Notícia - 12 - mar - 2006

O museu Emílio Goeldi foi o espaço escolhido para que crianças e jovens de Belém, capital do Pará, participassem das atividades de preparação do programa Jovens pelas Florestas, do Greenpeace, para a 8ª Convenção de Diversidade Biológica (CDB), que acontece até o dia 31 de março, em Curitiba. Reconhecido internacionalmente e bastante visitado, este museu é como um zoológico dentro de um pedacinho da Floresta Amazônica. Localizado bem no centro da cidade, ele possibilita aos paraenses e visitantes um contato mais próximo com a natureza, suas árvores, plantas e animais.

Foi justamente nesse agradável espaço que no último dia 12, sob a orientação dos voluntários do Greenpeace, as crianças pintaram, foram pintadas, desenharam, brincaram, jogaram, produziram faixas e, mais que tudo, pensaram e conversaram sobre a vida no planeta e a urgente necessidade de proteger o meio ambiente. Os adultos também receberam informações sobre a CDB e a importância desta conferência. Bastante interessados, os pais presentes na atividade avaliaram de modo bastante positivo a iniciativa do Greenpeace. "É fundamental que as crianças sejam estimuladas e tenham oportunidades de pensar no futuro delas e do planeta e de se posicionarem sobre isso", declarou Cleudonice Santos.

Tópicos