Nosso trabalho

O Greenpeace definiu como escopo de seu trabalho em favor do ambiente os seguintes temas: florestas, clima, energia, oceanos, agricultura sustentável (transgênicos), tóxicos e desarmamento/promoção da paz.

A partir de objetivos e estratégias determinados, esses temas transformam-se no que chamamos “campanhas” – um trabalho de investigação, exposição e confronto a partir das demandas da organização em cada país onde ela atua.

No Brasil, temos as campanhas da Amazônia e Clima e Energia. Também já trabalhamos com oceanos, transgênicos e tóxicos.

NOSSA MISSÃO

• Proteger a floresta amazônica, bioma de grande biodiversidade, hábitat de milhares de espécies, milhões de pessoas e fundamental para o equilíbrio climático do planeta.

• Estimular o investimento em energia renovável e eficiência energética, reduzindo as emissões de gases do efeito estufa, que causam aquecimento global.

• Defender os oceanos com a criação de uma rede de unidades de conservação e o estímulo da pesca sustentável.

• Trabalhar pela paz, enfrentando as causas de conflito e eliminando a produção de energia e armas nucleares.

• Incentivar a agricultura segura e sustentável, rejeitando os organismos geneticamente modificados.

Últimas atualizações:

 

Conheça o brasileiro que vai pagar 90% menos na conta de luz

Post do blog por Thaís Herrero | 20 - abr - 2016

Fernando da Mata é o grande vencedor do Solariza e como prêmio, levou um sistema de energia solar fotovoltaica para sua casa Fernando da Mata andava incomodado com o valor de suas contas de luz. Todos os meses, ele gastava entre...

Funai reconhece território tradicional do povo Munduruku no rio Tapajós

Notícia | 19 - abr - 2016 às 16:20

Na data em que se celebra o Dia do Índio, a Funai publicou, no Diário Oficial da União, o Relatório Circunstanciado de Identificação e Delimitação da Terra Indígena...

Brasil: nação indígena

Notícia | 19 - abr - 2016 às 12:44

Em mais de 500 anos de história, o preconceito e a violência contra os povos tradicionais perduram no Brasil

Uma revolução que brilha mais que o Sol

Post do blog por Thaís Herrero | 13 - abr - 2016 4 comentários

Desde que recebeu placas solares fotovoltaicas, a Escola Municipal Milton Porto já economizou o equivalente a R$ 15 mil. E, mais que isso, incorporou em seu ensino os temas do meio ambiente e da energia solar Em abril de 2015, a...

TI Cachoeira Seca é finalmente homologada

Notícia | 6 - abr - 2016 às 17:42

A área habitada pelo povo Arara e que abrange os municípios de Altamira, Placas e Uruará, no Pará, vem há anos sofrendo com a investida de madeireiros ilegais

16 - 20 de 5409 resultados.