Nosso trabalho

O Greenpeace definiu como escopo de seu trabalho em favor do ambiente os seguintes temas: florestas, clima, energia, oceanos, agricultura sustentável (transgênicos), tóxicos e desarmamento/promoção da paz.

A partir de objetivos e estratégias determinados, esses temas transformam-se no que chamamos “campanhas” – um trabalho de investigação, exposição e confronto a partir das demandas da organização em cada país onde ela atua.

No Brasil, temos as campanhas da Amazônia, Agricultura e Alimentação e Clima e Energia. Também já trabalhamos com oceanos, transgênicos e tóxicos.

NOSSA MISSÃO

• Proteger a floresta amazônica, bioma de grande biodiversidade, hábitat de milhares de espécies, milhões de pessoas e fundamental para o equilíbrio climático do planeta.

• Estimular o investimento em energia renovável e eficiência energética, reduzindo as emissões de gases do efeito estufa, que causam aquecimento global.

• Defender os oceanos com a criação de uma rede de unidades de conservação e o estímulo da pesca sustentável.

• Trabalhar pela paz, enfrentando as causas de conflito e eliminando a produção de energia e armas nucleares.

• Incentivar a agricultura segura e sustentável, rejeitando os organismos geneticamente modificados.

Últimas atualizações:

 

Europeus exigem rotulagem para produtos de animais alimentados com transgênicos

Notícia | 4 - fev - 2007 às 20:00

Petição com um milhão de assinaturas quer informações mais claras sobre a presença de organismos geneticamente modificados em produtos de origem animal, principalmente carne, leite e ovos.

Revolução Energética - Perspectivas para uma energia global sustentável

Publicação | 1 - fev - 2007 às 20:00

Relatório do Greenpeace mostra que a energia renovável, combinada ao uso racional e eficiente de energia, será capaz de suprir metade da demanda energética global até 2050.

Relatório [R]evolução Energética vê luz no fim do túnel do aquecimento global

Notícia | 1 - fev - 2007 às 20:00

Em resposta ao IPCC, que reforçou em Paris a gravidade da crise climática global, propomos um Brasil com uma matriz energética sustentável e limpa. E damos o caminho das pedras.

Cientistas avisam: temos que cuidar da ‘febre’ do planeta agora

Notícia | 1 - fev - 2007 às 20:00

Relatório do IPCC deixa claro que as mudanças climáticas chegaram a um nível perigoso mas que ainda assim há tempo para estancar o processo com ações efetivas na redução da emissão de gases do efeito estufa.

Energia para crescer, sim. Angra 3, não.

Notícia | 29 - jan - 2007 às 20:00

Artigo publicado no Correio Braziliense no dia 24 de janeiro (quarta-feira)

4276 - 4280 de 5467 resultados.