Campanha dos Oceanos em Portugal

Descobre como retalhistas e consumidores estão a liderar o movimento global para criar mercados de peixe sustentável

Campanha International do pescado sustentável

Em 2001, foi publicado um estudo científico  que alertou o mundo para o declínio crescente das reservas de peixe a nível mundial, verificado a partir dos anos 80. Desde então, as notícias sobre o estado dos oceanos foram piorando progressivamente. No entanto, a gestão das pescarias continuava condicionada aos interesses económicos das grandes indústrias de pesca, com poucas ou nenhumas medidas a serem tomadas para prevenir o colapso irreversível das reservas de peixe.

Com milhões de pessoas em todo o mundo a depender dos recursos marinhos para a sua sobrevivência, quem deteria o poder económico para influenciar estes quadros de decisão lentos a adoptar medidas que protegessem efectivamente os nossos oceanos? A resposta veio do Reino Unido.

Continuar a ler...

Campanha dos oceanos em Portugal

A campanha por mercados de peixe sustentável da Greenpeace chegou a Portugal em 2007, englobada na campanha internacional, que foi encaminhada pelos sucessos obtidos no Reino Unido, onde os maiores retalhistas já tinham adoptado práticas de comercialização de pescado sustentáveis. Em contraste, o mercado português ainda ignorava largamente as consequências das suas práticas de negócio baseadas no “lucro a qualquer custo” para as reservas de peixe mundiais. Ao longo dos últimos três anos, contando com ferramentas como a Lista Vermelha de Peixes e o Ranking anual dos supermercados, assim como o apoio valioso de milhares de consumidores portugueses, o país tem visto a lógica da comercialização de peixe começar a mudar e a palavra sustentabilidade faz hoje em dia parte do léxico dos supermercados.

Continuar a ler...

Próximos desafios rumo ao pescado sustentável

O mercado de peixe em Portugal mudou substancialmente e não há, claramente, como voltar atrás. Com a maioria dos retalhistas empenhados em melhorar as suas práticas, os consumidores cada vez mais sensibilizados para os impactos da pesca indiscriminada e várias organizações não-governamentais e associações de pesca nacionais a gerir projectos relacionados com a pesca sustentável, o caminho para consolidar uma defesa integrada dos oceanos e das reservas de peixe mundiais está preparado. É fundamental aproveitar o balanço das mudanças já conseguidas e abraçar os desafios que ainda enfrentamos. Vê aqui quais os próximos passos a dar para garantir um futuro com oceanos saudáveis!

Para recuperar os oceanos

Para permitir a recuperação dos stocks de peixe actualmente ameaçados, é importante continuar a trabalhar para o crescimento de um mercado de peixe sustentável. Entre todos, podemos assegurar um futuro saudável para os nossos oceanos.

os consumidores devem:

  1. exigir informação completa sobre o pescado que compram (origem, espécie e técnica de captura utilizada)
  2. recusar peixe proveniente de práticas de pesca insustentáveis e/ou ilegais (nomeadamente peixe capturado através da pesca de arrasto de fundo ou proveniente de stocks esgotados ou em perigo de colapso)
  3. adaptar o seu consumo de peixe à capacidade de regeneração dos oceanos, permitindo assim a recuperação dos stocks de peixe actualmente esgotados

os retalhistas devem:

  1. adoptar um processo de decisão para a selecção do pescado que vendem que inclua critérios rigorosos e verificáveis da origem e sustentabilidade do peixe
  2. continuar a enviar sinais fortes à indústria de pesca, através da descontinuação da venda de espécies de peixe ameaçadas
  3. manter-se na liderança do movimento crescente para mercados de peixe sustentáveis, influenciando positivamente a indústria da pesca, políticos e consumidores

os políticos devem:

  1. implementar legislação que garanta a gestão sustentável dos recursos marinhos como fundamento essencial para garantir oceanos saudáveis no futuro
  2. proibir as práticas mais destrutivas e desperdicentes de pesca, como a pesca de arrasto de fundo
  3. fomentar pesquisa sobre as consequências negativas da pesca industrial moderna e as boas práticas que podem inverter o rumo

Partilha esta página no teu blogue

Escreve um artigo ou cria um link para esta página no teu blogue. Ao divulgares as soluções para a crise dos oceanos estás a contribuir para que sejam implementadas.

 

Tópicos