Política de compra e venda de peixe sustentável

Página - 6. Maio, 2010

Política de compra e venda de peixe sustentável

Usa o cursor para ver mais pormenores neste gráfico

Supermarket 1
Supermarket 2
Supermarket 3
Supermarket 4
Supermarket 5
Supermarket 6

Lidl 50% 

O Lidl é neste momento o único retalhista em Portugal com um processo de decisão a priori para a aquisição de pescado, que inclui normas tanto para peixe selvagem como para peixe de viveiro.

Entre o 1º e o 2º Ranking de Retalhistas da Greenpeace, o Lidl publicou um resumo da sua Política de Pescado Responsável no seu site. Os seus fornecedores são contratualmente obrigados a respeitar a Política do Lidl tal como o Código de Conduta BSCI (Business Social Compliance Initiative). Anualmente são conduzidas auditorias para verificar o cumprimento com a política de rastreabilidade, a exclusão de organismos geneticamente modificados e com o código de conduta BSCI.

O grupo adoptou alguns dos critérios para a sustentabilidade recomendados pela Greenpeace e está a rejeitar os piores produtos de pescado.

Esconder este texto

Continente e Modelo 25%

A Sonae vai publicar ainda este ano a nova política de compra e venda de peixe e os objectivos traçados para 2010.

A Sonae MC começou a esboçar a sua política de pescado logo após o 1º Ranking dos Retalhistas. Esta política exprime o compromisso da empresa em reduzir o pescado proveniente de populações ameaçadas ou ecossistemas sensíveis; aumentar as alternativas sustentáveis; rastrear o pescado; eliminar OGM e rações associadas à potencial destruição de ecossistemas florestais. A obrigação de seguir a política de pescado da Sonae já foi introduzida no contrato com os fornecedores. O grupo vai ainda apostar na formação (Escola de Perecíveis da Sonae) dos seus funcionários e na distribuição de informação aos consumidores.

Esconder este texto

Intermarché 0% 

Não foi possível confirmar se os Mosqueteiros possuem de facto uma política de pescado responsável, uma vez que a empresa não apresentou estes documentos à Greenpeace e não disponibiliza estas informações ao público.

A empresa mãe em França encetou um processo de certificação, com o selo 'Pesca Responsável', para as suas duas empresas de pesca e aquacultura. mas os critérios para a obtenção deste selo foram definidos pela própria empresa, levando até o estado francês a considerar que o uso do selo poderá constituir publicidade enganosa (1). Para além disso, as evidências mostram que a pesca praticada pelas empresas associadas ao grupo não podem ser consideradas responsáveis enquanto mantiverem uma frota de arrastões de profundidade. A empresa insiste que obedece à regulamentação no sector. No entanto, a Greenpeace lembra aos retalhistas que cumprir a legislação não chega. Com os recursos marinhos sob o risco de colapso global, é urgente que estas empresas se coloquem na vanguarda da sustentabilidade e influenciem a indústria da pesca a assumir uma postura mais responsável, antecipando as consequências negativas das regulamentações fracas que regem o sector actualmente.

1) Relatório do estudo financiado pela União Europeia, publicado em 2008 pela OFIMER “Estudo de exequibilidade da criação de um selo ecológico para o pescado marítimo”

Esconder este texto

Jumbo e Pão de Acúcar 25%

A política de compra de pescado da Auchan está inserida na política global de sustentabilidade da empresa, contando com um horizonte de 5 anos para a sua implementação integral.

A Auchan tornou pública no início de 2010 a política de pescado responsável que desenvolveu ao longo do ano anterior Entre outras medidas, a empresa compromete-se a apoiar as melhores práticas de de pesca, a privilegiar a compra local, a identificar e evitar os impactos negativos da aquacultura, a diminuir ou eventualmente cessar a venda de espécies ameaçadas e a publicar as suas práticas como estratégia de sensibilização dos seus consumidores. Adicionalmente, os fornecedores estão contratualmente obrigados a cumprir o Código de Ética da Auchan, no qual serão futuramente incluídos critérios de sustentabilidade do pescado.

Esconder este texto

Pingo Doce e Feira Nova 0% 

O grupo Jerónimo Martins não disponibiliza publicamente nenhuma política de sustentabilidade, ambiental ou de pescado responsável.

O grupo Jerónimo Martins não disponibiliza ao público políticas que guiem as suas operações nas áreas sociais e ambientais. Apesar de ter adoptado um Código de Conduta que aflora estas áreas, o próprio documento deixa claro que o lucro é o principal objectivo da empresa e as variáveis Pessoas e Planeta são secundárias na sua estratégia. Este Código insinua também que o assumir da responsabilidade das suas operações está condicionado à imperativa de satisfazer os seus accionistas.

Esconder este texto

Minipreço 25%

Uma política de pescado internacional como um primeiro sinal positivo.

O grupo Dia desenvolveu uma política de pescado responsável a nível internacional que inclui o rastreio aos produtos de peixe de forma a excluir as piores práticas de pesca e apoiar as melhores, a obrigação de seguir as recomendações FAO para a etiquetagem, a implementação um sistema de rastreabilidade, o envolvimento dos fornecedores para atingir os objectivos e a aposta na formação dos funcionários e oferta de informação aos clientes. No entanto, a Greenpeace realça que esta política não inclui medidas específicas para Portugal, nem se encontra disponível para consulta do consumidor.

Esconder este texto

Este critério avalia se os supermercados têm uma política de compra e venda de peixe responsável e sustentável, considerando também se esta é pública e se é tida em conta nos processos de tomada de decisão para a compra de pescado.

A política é um elemento chave para determinar decisões sobre a gama de produtos, informação disponível e contratos com fornecedores, constituindo um contrato da empresa para com os seus consumidores.

Esconder este texto

Entra em acção:

Pressiona os supermercados para que melhorem o seu desempenho neste critério

Pede informações sobre a política de compra e venda de peixe no balcão da peixaria

Escreve aos supermercados do ranking a pedir que te enviem a sua política de compra e venda de peixe

Solicita aos fornecedores de pescado informações sobre a sustentabilidade das suas políticas de compra e venda

A protecção dos oceanos é da responsabilidade de todos nós!

Que significam as percentagens?
100%
70%
Possui uma política de compra de peixe aceitável que deve ser respeitada e melhorada no futuro.
70%
40%
Foram tomadas medidas relativas a uma política de compra de peixe sustentável, mas são necessárias acções mais concretas para que atinja um nível aceitável.
40%
0%
É necessário agir urgentemente para melhorar a política de compra de peixe.