Lidl

Página - 6. Maio, 2010

Lidl

Simplificando a receita

Usa o cursor para ver mais pormenores neste gráfico

Supermarket 1
Supermarket 2
Supermarket 3
Supermarket 4
Supermarket 5
Supermarket 6

O Lidl é o único retalhista em Portugal que já adoptou um processo de decisão para o pescado que incorpora vários critérios de sustentabilidade: rastreabilidade a 100%, exclusão de zonas de pesca duvidosas, zero tolerância para o uso de OGM, exclusão de viveiros dependentes de peixe selvagem para alimentação e minimização das capturas acidentais nas actividades de pesca.

O Lidl é o retalhista que está mais empenhado em melhorar substancialmente as suas práticas de comercialização de pescado. Desde 2008, o grupo já publicou um resumo da sua Política de Pescado Responsável, passou a informar os clientes sobre as características do peixe que vende e tem vindo a descontinuar progressivamente as espécies de peixe mais vulneráveis ou provenientes de métodos de pesca mais destrutivos. O Lidl apostou ainda na rastreabilidade a 100%, introduzindo um processo de decisão a priori para o pescado a comercializar, que incorpora critérios de sustentabilidade, e obrigando contratualmente os seus fornecedores a seguir as normas definidas.

Esconder este texto

Política de compra e venda de peixe 50% 

O Lidl é neste momento o único retalhista em Portugal com um processo de decisão a priori para a aquisição de pescado, que inclui normas tanto para peixe selvagem como para peixe de viveiro.

Entre o 1º e o 2º Ranking de Retalhistas da Greenpeace, o Lidl publicou um resumo da sua Política de Pescado Responsável no seu site. Os seus fornecedores são contratualmente obrigados a respeitar a Política do Lidl tal como o Código de Conduta BSCI. Anualmente são conduzidas auditorias para verificar o cumprimento com a política de rastreabilidade, a exclusão de organismos geneticamente modificados e com o código de conduta BSCI

O grupo adoptou alguns dos critérios para a sustentabilidade recomendados pela Greenpeace e está a rejeitar os piores produtos de pescado.

Esconder este texto

Retirar o pescado insustentável 47% 

O Lidl demonstra uma sistematização louvável do processo de compra e venda de peixe, mas ainda há algum caminho a percorrer para garantir que os objectivos da sua política se traduzem na prática.

Dos 19 critérios definidos pela Greenpeace para avaliar a sustentabilidade do pescado, o Lidl já adoptou 10. Apesar da sistematização louvável do processo de compra e venda de peixe, a sua interpretação nalguns casos ainda está vaga e o seu cumprimento ainda não é auditado, com excepção da rastreabilidade, uso de organismos geneticamente modificados e cumprimento com as normas BSCI

Esconder este texto

Introduzir pescado sustentável 84% 

O Lidl definiu metas e objectivos mensuráveis para implementar a sua política de pescado responsável e reve-as anualmente.

O Lidl apoia-se nas recomendações da União Europeia para stocks e na garantia dada pela Marine Stewardship Council (MSC) para os produtos certificados que vende. No entanto, a Greenpeace alerta qie as recomendações da União Europeia têm estado em média 48%* acima das defendidas pelos cientistas e a MSC é criticada por certificar algumas pescarias cujos stocks estão a sofrer níveis de exploração acima da capacidade de regeneração ou cujos métodos de captura utilizados são altamente destrutivos.

A Greenpeace recomenda que os retalhistas procurem informações sobre o estado dos stocks e métodos de pesca em fontes científicas independentes. Seguir as recomendações políticas e legais não garante a saúde dos stocks a médio e longo prazo.

* In: Ocean 2012 – Transforming European Fisheries

Esconder este texto

Rastreabilidade do pescado 56% 

O Lidl exige a rastreabilidade do pescado até ao barco (para o peixe selvagem) e até ao viveiro (para o peixe de aquacultura).

Adicionalmente, os fornecedores têm que provar que o peixe é legal e foi capturado dentro das quotas definidas para a zona. Os fornecedores que usam navios ou operadores listados nas listas negras da NAFO (Northwest Atlantic Fisheries Organization) e NEAFC (North East Atlantic Fisheries Commission) são automaticamente excluídos das operações comerciais. No futuro, o Lidl quer incorporar no contrato com fornecedores a proibição de transbordos no mar.

O cumprimento das medidas contempladas na política de rastreabilidade do Lidl é auditado todos os anos por uma entidade externa.

Esconder este texto

Etiquetagem do pescado 58% 

O Lidl está a rever o seu sistema de etiquetagem e pretende incluir mais informações do que as legalmente exigidas para o pescado congelado não processado, como as subzonas de pesca e os métodos de captura.

Em pelo menos 50% dos produtos de peixe, o consumidor não tem acesso a informação sobre a espécie de peixe, método de produção ou zona de captura, uma vez que estas indicações ainda não são obrigatórias para conservas, produtos processados e produtos para animais. Ainda assim, uma das marcas de processados do Lidl já identifica a espécie de peixe utilizada no produto.

Esconder este texto

Venda de espécies da Lista Vermelha 50% 

O Lidl vende cerca de 20 grupos de espécies de peixe, entre eles 5 da Lista Vermelha da Greenpeace.

No entanto, o Lidl já descontinuou a venda de um número considerável de espécies para as quais não existem alternativas sustentáveis, como os tubarões, os peixes-vermelhos, a solhas, os peixes-espada, o atum-rabilho e mais recentemente todas as espécies de profundidade.

Esconder este texto

Transparência e informação 77% 

Até agora o Lidl é o retalhista que disponibiliza mais informações ao consumidor sobre peixe e pescado sustentável.

Em Portugal, este retalhista tem colaborado activamente com a Greenpeace para melhorar as suas práticas, disponibilizando toda a informação necessária para a avaliação da sua política e iniciativas.

Esconder este texto


Informação diversa

O distribuidor Lidl, do grupo alemão Schwarz, é o segundo maior retalhista no sector hard discount na Europa e líder neste sector em Portugal.

O Lidl aposta na marca própria, na relação optimizada qualidade-preço e na simplicidade. A expansão do retalhista na Europa tem sido rápida e dominante. Em resposta às críticas sobre as consequências sociais da sua filosofia de “produtos de qualidade a preços baixos” e da sua falta de transparência, o grupo tem já há alguns anos estado empenhado em implementar um código de conduta rigoroso em todas as suas operações, incluindo a comercialização de pescado responsável e sustentável.

  • Insígnias: Lidl
  • Vendas em 2008: 1.236 milhões €
  • Nº lojas em finais de 2008: 215
  • Nº colaboradores: 4.770
  • Lugar no Ranking da Distribuição Moderna em 2008: 4 (9% do mercado FMCG*)

(Fonte: APED Ranking 2008, HiperSuper 2009: ranking do painel de lares TNS Worldpanel)

* Fast Moving Consumer Goods

Esconder este texto

,

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Ut a sapien. Aliquam aliquet purus molestie dolor. Integer quis eros ut erat posuere dictum. Curabitur dignissim. Integer orci. Fusce vulputate lacus at ipsum. Quisque in libero nec mi laoreet volutpat. Aliquam eros pede, scelerisque quis, tristique cursus, placerat convallis, velit. Nam condimentum. Nulla ut mauris. Curabitur adipiscing, mauris non dictum aliquam, arcu risus dapibus diam, nec sollicitudin quam erat quis ligula. Aenean massa nulla, volutpat eu, accumsan et, fringilla eget, odio. Nulla placerat porta justo. Nulla vitae turpis. Praesent lacus.

Aliquam aliquet purus molestie dolor. Integer quis eros ut erat posuere dictum. Curabitur dignissim.

Integer orci. Fusce vulputate lacus at ipsum. Quisque in libero nec mi laoreet volutpat. Aliquam eros pede, scelerisque quis, tristique cursus, placerat convallis, velit. Nam condimentum. Nulla ut mauris. Curabitur adipiscing, mauris non dictum aliquam, arcu risus dapibus diam, nec sollicitudin quam erat quis ligula. Aenean massa nulla, volutpat eu, accumsan et, fringilla eget, odio. Nulla placerat porta justo. Nulla vitae turpis. Praesent lacus. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Ut a sapien.

Copia os endereços e-mail e um dos exemplos acima e contacta o supermercado.

end #rrSendMessage -->
Que significam as percentagens?
100%
70%
Possui uma política aceitável que deve ser respeitada e melhorada no futuro, acompanhando a evolução dos stocks de peixe e do impacto das práticas de pesca e aquacultura actuais.
70%
40%
Foram tomadas algumas medidas importantes relativas a uma política de compra e venda de peixe sustentável, mas ainda são necessárias acções mais concretas para estabelecer um padrão aceitável.
40%
0%
Pouco ou nada está a ser feito para preservar as reservas de peixe e os oceanos. É urgente definir uma política de compra e venda de peixe sustentável e implementar práticas que evitam o pior e apoiam o melhor.

Actualizações e links:

Subscreve o feed RSS