O ano de 2009 termina com uma sucessão de recordes: Desde 2000 vivemos a década mais quente da história, a contar pelo início dos registros, em 1850. Nos Estados Unidos, os meses entre novembro e janeiro foram os mais quentes desde 1979 e o ano passado, o quinto no ranking mundial de calor.
Os dados foram divulgados pela Reuters, baseados em estudos americanos, britânicos e da Organização Meteorológicas Mundial. Os cientistas são unânimes: Apesar do intenso frio que vem castigando países do Hemisfério Norte no começo deste ano, o mundo continua aquecendo. Extremos de frio, secas e inundações fazem parte do cenário de aquecimento global.
Para UK Met Office, departamento de meteorologia do governo britânico, invernos como os deste ano, o mais frio em trinta anos, serão cada vez mais raros.