"Onde os fracos não têm vez": o ator espanhol relata seu mergulho nas profundezas geladas da Antártida com o nosso submarino em prol da criação de um vasto Santuário do Oceano Antártico

Javier Bardem foi um dos primeiros humanos a mergulhar tão fundo nas águas da Antártida

 

Poucos dias depois de mostrarmos imagens raras do fundo do mar da Antártida, foi a vez do ator Javier Barden, vencedor do Oscar, que acompanha nossa expedição, ter a oportunidade única de mergulhar em águas onde ninguém nunca esteve antes, apertado em um mini-submarino de dois lugares.

A preparação para a descida com o submarino, ao lado de John Hocevar

 

O mergulho é monitorado pela equipe de especialistas a bordo do Arctic Sunrise

 

Após duas horas embaixo d’água, a uma profundidade de 270 metros, perto da Península Antártica, Javier Bardem descreveu o que viu lá embaixo. "Assim que chegamos ao fundo, fiquei completamente impressionado com a grande variedade de cores e vida ao nosso redor. Eu não sou biólogo, mas encontrar um mundo rosa, amarelo e verde repleto de corais e esponjas no fundo do Oceano Antártico foi uma verdadeira surpresa para mim”.

Ele imaginava ficar nervoso à medida que descesse tão fundo, mas ficou tranquilo com essa experiência. "É realmente impressionante testemunhar em primeira mão a pesquisa científica que é feita nesta expedição. Estou muito agradecido por, entre tantos outros, terem me permitido mergulhar onde estaria um verdadeiro biólogo antártico no banco do passageiro!”, afirmou o ator de “Onde os fracos não têm vez”.

O mergulho chegou a 270 metros de profundidade

 

Nossa expedição pela Antártida, que começou em janeiro, levará três meses para realizar pesquisas científicas, incluindo mergulhos submarinos para observar o fundo do mar e colher amostras de água que revelem o nível de poluição por plásticos. O objetivo é destacar a necessidade urgente de criar um Santuário do Oceano Antártico, com 1,8 milhão de quilômetros quadrados, que ajudem a proteger espécies como baleias, focas e pinguins.

Para Bardem, uma experiência como esta mostra exatamente por que precisamos mostrar respeito enquanto seres humanos. “É uma missão incrivelmente importante ir até lá e documentar essas espécies em toda sua existência colorida para provar a importância de proteger um oceano único que também alimenta todos os animais maiores na Antártida”.

Apesar da aventura inédita na descoberta de um novo mundo desconhecido, os tripulantes se mantiveram tranquilos

 

Quem esteve ao seu lado pilotando o submarino foi o biólogo marinho John Hocevar, diretor de Oceanos do Greenpeace nos Estados Unidos. "Estar em um equipamento de duas pessoas com Javier Bardem foi incrível. Ele foi um passageiro muito sereno, especialmente considerando que foi o seu primeiro mergulho. Parecia completamente impressionado por toda essa experiência. E e eu também."

As primeiras imagens dos mergulhos revelam uma grande diversidade de vida, composta de estrelas-do-mar, esponjas, corais e muitos peixes

 

A proposta de um Santuário do Oceano Antártico foi apresentada pela União Europeia e será votada pela Comissão de Conservação da Antártida, em sua reunião anual em outubro.

Mas mesmo nós muito distantes do continente de gelo podemos agir para proteger as águas da Antártida. Assine a petição para pressionarmos pela criação do Santuário. Se já assinou, que tal convocar mais alguns amigos a se juntar a nós? 

Javier Bardem é um dos embaixadores dessa expedição para alertar ao mundo sobre a necessidade de protegermos as águas da Antártida