Entrevista com Marcos Palmeira: "Orgânicos são bom para a saúde e para o planeta"

Notícia - 16 - mar - 2008
Marcos Palmeira é fã de carteirinha de produtos orgânicos e há anos que só consome o que for plantado e colhido segundo os mandamentos da agroecologia. Quando comprou uma pequena fazenda na região serrana do Rio de Janeiro, há mais de 10 anos, não tinha a menor idéia do que era tudo isso, mas aos poucos foi se deixando seduzir. "Descobri o mundo maravilhoso da sustentabilidade", diz o ator, que hoje produz quase 60 itens, entre verduras, legumes, frutas e laticínios. "Consumindo produtos orgânicos, você não só esta fazendo bem para a sua saúde como também ajuda na preservação do planeta e na fixação do homem no campo. É um produto ético - e ética é coisa rara hoje em dia."Confira a entrevista que Marcos Palmeira concedeu para a Revista do Greenpeace.

Marcos Palmeira é há anos fã incondicional dos produtos orgânicos, que produz em sua fazenda no interior do Rio de Janeiro.

Quando você começou a se dedicar à agroecologia? Aquestão ambiental pesou na decisão? Por que?

R - Quando eu comprei a fazenda, pensava apenas em produzir leite, sem mepreocupar em ser ou não orgânico por pura falta de informação. Ao notar que osprodutores de verdura não consumiam o próprio produto, percebi que algo estavaerrado. Então resolvi correr atrás de informações sobre agroecologia. Foiquando conheci o Sr. João Carlos Ávila, da Associação de Biodinâmica  (ABD),e descobri então o mundo maravilhoso da sustentabilidade, onde o foco principaldeve ser o solo e não a planta. A partir daí foquei a minha vida naagroecologia e hoje tenho um sócio, o engenheiro agrônomo senegalês Aly Ndjai,que me dá todo o suporte para que a fazenda produza mais sem afetar a suapreservação. Só a agroecologia permite isso - preservando a natureza, aumentominha produtividade.

O que você produz em sua fazenda atualmente? Quem são os seus principaisclientes?

R - Hoje produzimos uma variedade de quase 60 itens, entre verduras, legumes,frutas e laticínio, que são vendidos para a rede de supermercados Zona Sul, doRio de Janeiro, que é minha parceira desde que comecei a trabalhar com aagroecologia. Eles entregam a domicílio e alguns pontos de venda querem fazeruma feira livre com esse tipo de produto orgânico.

Qual a maior vantagem do produto orgânico sobre o convencional?

R - São várias as vantagens do produto orgânico em relação ao convencional.Consumindo produtos orgânicos, você não só esta fazendo bem para a sua saúdecomo também ajuda na preservação do planeta e na fixação do homem no campo. Éum produto ético - e ética é coisa rara hoje em dia.

A agroecologia é viável em larga escala ou se resume à pequena produção? Porque?

R - A agroecologia é viável em qualquer tamanho de propriedade. Ela podeperfeitamente ser feita em larga escala. Se não fosse assim, o Brasil não seriao maior produtor de açúcar orgânico do mundo, de suco de laranja, e por aívai... A agroecologia não depende de espaço, depende do entendimento doproprietário sobre os benefícios que a sua propriedade a partir do momento queadota esse sistema, além da certeza de que sua terra será produtiva para oresto da vida!

Em casa, consome apenas orgânicos? Se não, qual a proporção?

R - Em casa consumo 100% orgânico. Não é fácil, mas eu consigo - junto o queproduzo com o que consigo comprar fora.

No geral, o brasileiro se alimenta bem? Melhorou ou piorou nos últimos anos?

R - O brasileiro se alimenta bem porque come pouco produto industrializado.Pela falta de condições financeiras, ele acaba recorrendo a produtos caseiros,o que faz com que sua alimentação seja relativamente boa. Mas eu acho que aindafalta salada e legumes na alimentação. Ainda consumimos muito amido,principalmente da batata e do pãozinho.

O que você sente falta no cardápio do brasileiro? Ele é equilibrado?

R - No cardápio sinto falta de mais verduras, mais frango caipira. Mas nogeral, comemos bem no Brasil.

É possível viver hoje apenas consumindo produtos orgânicos?

R - Não é possível viver hoje apenas de produtos orgânicos por uma total faltade distribuição desse produto e de um incentivo maior ao produtor, o que tornao preço mais caro em relação ao  produto convencional. Nós produtoresorgânicos precisamos respeitar milhões de regras de produção, enquanto que oprodutor convencional ainda vive de uma relação de exploração, onde quem vendenem sempre é quem produz, mesmo que esse tenha nota fiscal de produtor.

O brasileiro se adaptaria bem a uma dieta prioritariamente de produtosorgânicos? Por que?

R - Claro que se adaptaria, porque não seria uma dieta. Orgânico não é diet,nem light. Orgânico é tudo que é produzido preservando a natureza, semutilização de hormônios de crescimento, por exemplo. É uma produção querespeita a época dos alimentos, dando sustentabilidade ao produtor. E com osalimentos orgânicos podemos fazer qualquer receita. Eu como feijoada orgânica,empadão orgânico, lasanha orgânica, etc...