Florestas rifadas no Natal

10 comentários
Notícia - 14 - dez - 2010
No apagar das luzes de 2010, deputados ruralistas continuam pressionando para aprovar, sem debates, a esfacelamento do Código Florestal. Greenpeace protesta.

Nesta terça-feira, ativistas do Greenpeace protestaram em frente à Câmara dos Deputados e no prédio em Brasília onde está instalado o governo de transição da presidente eleita Dilma Rousseff, contra a tentativa de aprovação a toque de caixa do novo Código Florestal. Vestidos de vaca, ativistas alertaram para a manobra política orquestrada pelo líder do governo na Câmara, Cândido Vacarezza, que declarou apoio aos ruralistas na aprovação ainda este ano da lei.

A “homenagem” a Vacarezza veio por seu empenho em barganhar a lei que protege as florestas brasileiras. Na última semana, enquanto dezenas de países, inclusive o Brasil, se reuniam em Cancún para discutir meios de reduzir suas emissões de gases-estufa para impedir uma catástrofe climática, alguns parlamentares brasileiros pensavam apenas no curto prazo e se lixavam para o futuro.

Veja o vídeo:

Aproveitando o clima de fim de governo, a bancada ruralista tenta enfiar goela abaixo dos brasileiros o polêmico projeto de mudança no Código Florestal que anistia desmatadores e reduz a proteção das florestas. A estratégia é obter o “regime de urgência” para votar o projeto, cujo pedido foi feito pelo deputado Sandro Mabel (PR-GO), recentemente acusado de envolvimento com escândalos de corrupção.

Vacarrezza é o mais novo aliado dos ruralistas. De olho na presidência da casa em 2011, o líder do governo já anunciou que topa trocar o futuro de nossas florestas por votos para sua campanha rumo ao poder.

Para tentar amenizar a situação, Vaccarezza diz que ouviu dos ruralistas a promessa de que não votarão o texto neste ano. A declaração do líder do PT não confere. Para a turma da motosserra, a votação tem que acontecer o quanto antes, de preferência ainda esta semana. Independente da data de votação, o problema continua. “Em regime de urgência ou não, a idéia dos ruralistas continua sendo votar o projeto a toque de caixa, sem dar ouvidos à sociedade e à comunidade científica, que já se posicionaram contra mudanças propostas no Código Florestal”, diz Marcio Astrini, da campanha Amazônia do Greenpeace.

Para quem circula pelos bastidores do Congresso, o apoio de Vaccarezza aos anseios ruralistas é uma manobra clara de barganha de votos para concorrer à Presidência da Câmara. A vontade é tanta que o líder do PT atropelou a própria legenda, que havia se declarado contra as propostas de alteração no Código Florestal e contra o encaminhamento do assunto neste ano. Até mesmo a presidente eleita, Dilma Rousseff, disse – e repetiu – que não aceita a anistia a quem cometeu crimes ambientais e redução da proteção às florestas. Isso É justamente o que propõe o texto em questão, redigido pelo deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP).

Apesar da pressa, são os próprios parlamentares os primeiros a mostrarem-se despreparados para a votação. Em entrevista ao Blog do Planeta, da revista Época, Vaccarezza demonstrou total desconhecimento do texto que muda o Código Florestal. Questionado sobre as brechas que o projeto de lei abre para mais desmatamento e mais emissões de gases-estufa, ele se perde: “Eu não sei. É melhor você conversar com o relator do projeto. Ainda não me debrucei em uma análise mais detida”.

Cientistas e organizações ambientalistas, porém, já se deram esse trabalho. E a conclusão é uma só: caso a proposta passe, seria inviável para o Brasil honrar as metas assumidas na conferência da ONU sobre mudanças climáticas de 2009, em Copenhague, que prevêem a redução até 2020 de 36% a 39% de nossas emissões de gases-estufa. “Se esse projeto de lei for aprovado, todos os esforços que levaram à queda do desmatamento na Amazônia nos últimos anos poderão ir por água abaixo”, afirma Astrini. “Nossas florestas não podem ser usadas como moeda de troca em disputas políticas. É o futuro do Brasil que está em jogo.”

Tópicos
10 Comentários Adicionar comentário

Telmo says:

Os agricultores não entendem porque são obrigados a cumprir cerca de 16 mil itens de um Código Florestal esfacelado, desconexo e desorg...

Enviado 16 - jan - 2011 às 13:58 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

BiaStn says:

Quero primeiramente parabenizar os ativistas, pelo ótimo trabalho que fizeram, espero que de certo, pois não dá para colocar o futuro d...

Enviado 14 - jan - 2011 às 19:19 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

eliaswesl says:

em dia de guerra(contra os q querem isso) muitos vao nos chamar de louco

Enviado 10 - jan - 2011 às 16:16 Denunciar abuso Reply

Gilvane says:

E impresionante o que esses intereceiros por cargos e por vaidades esses politicos ambiciosos e irresponsaveis, inscensiveis e obtusos, filhos do mal,...

Enviado 16 - dez - 2010 às 10:40 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

Fernando brito says:

Parabéns pelos participantes no protesto. Vamos ver se estes políticos se prestam a fazer aquilo pelo qual foram eleitos, atender os interes...

Enviado 16 - dez - 2010 às 1:14 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

Valdeci says:

Parabéns aos voluntários do Greenpeace que mais uma vez provaram que é possível alterar o rumo dos acontecimentos e tornar este pa...

Enviado 15 - dez - 2010 às 17:55 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

CristieFerreira says:

Meu muito obrigado aos ativistas que estiveram la, nossa pressao esta funcionando, nao vamos permitir que esses individuos que nao devem nem ser chama...

Enviado 15 - dez - 2010 às 16:43 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

mannise says:

Parabéns aos participantes dessa cruzada contra a votação do novo e famigerado código florestal,precisamos de gente e açõ...

Enviado 15 - dez - 2010 às 11:58 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

eu28nasci says:

Nós! brasileiros temos o péssimo hábito de não monitorar áqueles que elegemos aos cargos públicos mais diversos. eu nunc...

Enviado 14 - dez - 2010 às 21:17 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

Wanderley says:

Evidentemente não é a solução mas a minha "vingança" contra o Vacarezza e sua turma de inimigos da floresta= biodi...

Enviado 14 - dez - 2010 às 20:19 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

1 - 10 de 10 resultados.

Postar um comentário 

Para postar um comentário, você precisa estar logado.