Presidente, faltou solar no Planalto

11 comentários
Notícia - 25 - ago - 2010
Lula ganhou do Greenpeace um painel para captar a energia do Sol, fonte inexplicavelmente esquecida na reforma do Palácio do Planalto.

Ativistas levam painel solar ao presidente Lula, em Brasília. ©Greenpeace/Felipe Barra

Ativistas do Greenpeace subiram hoje a rampa do Palácio do Planalto para entregar um painel solar, esquecido durante a reforma do edifício, e uma carta ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O presente é uma lembrança para que o governo invista em energias renováveis no país e articule a aprovação do projeto de lei 630/03, conhecido como Lei de Renováveis, em tramitação no Congresso.

O assessor direto da Presidência Júlio Cézar Bersot recebeu o coordenador de campanha do Greenpeace André Amaral e prometeu que entregaria os presentes a Lula, que voltou a trabalhar hoje no local.

Veja fotos:

Durante o protesto, ativistas abriram faixas com a mensagem “Seu palácio, nosso futuro. Faltou solar na reforma do Planalto” e carregaram um painel solar rampa acima, até serem barrados pelos guardas da Presidência.

Vídeo:

Símbolo da modernidade de Brasília, o Palácio do Planalto sofreu nos últimos 16 meses uma reforma que consumiu mais de R$ 100 milhões do dinheiro do contribuinte. Mas a modernidade do edifício se resume apenas à arquitetura. Nem um centavo da reforma foi investido em uso de energia renovável no local de trabalho do presidente da República. O Sol inclemente típico de Brasília, sentido na pele pelos ativistas e pela imprensa em peso que acompanhou a manifestação, foi mais um sinal de que a luz poderia ter sido muito bem aproveitada na construção.

Eis o que diz a carta a Lula:

Excelentíssimo presidente, 

A reforma do Planalto veio em boa hora. O palácio estava mesmo precisando de obras. Quando foi construído, 50 anos atrás, ele era um ícone da modernidade e de um Brasil que vislumbrava um futuro. Essa vocação do edifício seria reafirmada de modo inequívoco se o senhor tivesse recomendado aos responsáveis pela obra a instalação de painéis solares, lembrando aos brasileiros sobre a importância dessa energia de fonte renovável, aliás a que tem o maior potencial ainda não explorado no país. 

Incorporar painéis solares ao centro do Poder no país funcionaria como uma forte sinalização de que o Brasil trilhará o caminho do desenvolvimento com um olho novamente voltado para o futuro, crescendo, mas com responsabilidade ambiental. Além disso, os painéis o ajudariam a reduzir a conta de luz do Planalto. Sabemos disso por experiência própria. O Greenpeace instalou painéis solares no teto de seu escritório em São Paulo e seu gasto mensal com eletricidade caiu entre 20% e 30%. 

E quando nossas instalações não estão sendo utilizadas, nos fins de semana por exemplo, a energia gerada não é desperdiçada. Ela é jogada na rede que abastece a cidade – uma pequena contribuição nossa para limpar a energia que abastece o maior centro urbano do Brasil. 

O país pode dar uma lição ao mundo e ser a primeira nação que sustenta inteiramente seu crescimento econômico com energias renováveis. Não falta tanto para termos uma matriz 100% renovável. Para completar os 20% restantes, é preciso investir na energia do sol e do vento, fontes que, como a água, o país tem de sobra. É uma pena que o senhor tenha perdido a oportunidade de dar aos brasileiros e ao mundo um grande exemplo. 

Mas nunca é tarde para corrigir um esquecimento. Se não no Palácio do Planalto, no Congresso, onde tramita desde o ano passado o projeto de lei 630/03, conhecido como Lei de Renováveis, que prevê incentivos para a geração renovável, de portes e fontes diversas. Aprovar essa lei ajudará a direcionar a nação para um futuro limpo, substituindo os investimentos em fontes sujas feitos nos últimos anos. 

PS: Infelizmente o presente é importado. Da próxima vez esperamos que o painel solar seja produzido no Brasil.

Greenpeace

Tópicos
11 Comentários Adicionar comentário

Juninhoo2 says:

Poooo....Grande Ideia da Galera ,, è issoa aew tem q começar disso.......Mostra q o Brasil é 100% Renovavell..

Enviado 13 - set - 2010 às 1:16 Denunciar abuso Reply

Natyh Hedger says:

é impressionante que com tamanha modernidade e tecnologias avançadas ao alcance, a tecnologia renovável não fora enquadrada nessa ...

Enviado 9 - set - 2010 às 17:48 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

all3c0st4 says:

Boa, comentamos sobre isso na faculdade, deve ter sido puco dinheiro ou um olhar atento de Niemeyer. Porque poderiam muito bem ter pensado e posto em ...

Enviado 2 - set - 2010 às 12:22 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

all3c0st4 says:

Poxa, é que deve ter acabado o dinheiro (rs). Mas pensam como não seria algo muito mais interessante se questões ecologicamente correta...

Enviado 2 - set - 2010 às 12:17 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

VALÉRIA says:

QUE ABSURDO!

MESMO COM TODO O SOL DO PLANALTO CENTRAL, O PLANALTO PARECE ESTAR ÀS CEGAS!!!...
O GOVERNO NÃO FAZ CASAS POP...

Enviado 1 - set - 2010 às 23:04 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

Marcio says:

Excelente ação de ativismo. A omissão revela um fim de mandato pífio do Lula e, ao mesmo tempo, demonstra que falta visão est...

Enviado 30 - ago - 2010 às 17:56 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

Nathaliaaraujo says:

Muito bom o protesto !
Greenpeace continue batalhando para nos termos um mundo melhor e de paz !

Enviado 27 - ago - 2010 às 12:53 Denunciar abuso Reply

Valéria says:

O greenpeace está sempre a frente!
Parabéns pelo protesto, quem sabe nossas autoridades começam a pensar diferente!

Enviado 27 - ago - 2010 às 11:18 Denunciar abuso Reply

Tomas says:


É uma vergonha o Palacio do Planalto não utilizar energias renováveis e não poluentes. É uma vergonha eles não da...

Enviado 26 - ago - 2010 às 18:27 Denunciar abuso Reply

Read More Read Less

esec.aguasemendadas says:

Realmente poderiam ter feito a coisa certa!

Enviado 25 - ago - 2010 às 19:09 Denunciar abuso Reply

1 - 10 de 11 resultados.

Postar um comentário 

Para postar um comentário, você precisa estar logado.