-0 Assinaturas-

Não importa o valor das roupas ou o que esteja escrito na etiqueta, marcas como Versace, Louis Vuitton, Dior e Dolce&Gabbana estão escondendo uma verdade fora de moda.

Peça a elas uma moda livre de substâncias tóxicas perigosas. Peça para desintoxicarem já!

Está na hora de dar um final feliz a esse pesadelo tóxico.

Peça para Versace, Louis Vuitton, Dior e Dolce&Gabbana mostrarem para nós do que eles são feitos.

Essas roupas não servem para um rei e não servem para qualquer criança.

Peça para Versace, Louis Vuitton, Dior e Dolce&Gabbana desintoxicarem já!


Marcas de luxo do mundo da moda, incluindo Versace, Louis Vuitton, Dior e Dolce&Gabbana
estão comercializando roupas infantis contendo perigosas substâncias químicas que afetam a todos nós.

para Versace, Louis Vuitton, Dior e Dolce&Gabbana
pedindo uma moda livre de substâncias tóxicas perigosas!


Onde é feito?

Lindas roupas,
mentiras tóxicas

Saiba mais

Um pesadelo tóxico

Poluição de
Paris a Tokyo

Saiba mais

Não serve para nossas crianças

As crianças merecem um
futuro livre de substâncias tóxicas

Saiba mais
#oReiEstáNu
Descubra por que >>

Onde é feito?

As mentiras tóxicas por trás dessas lindas roupas.

Você pode estar surpreso ao descobrir que, apesar da indústria da moda de luxo ser exclusiva, os químicos perigosos não são. O Greenpeace mostrou que não importa o quanto você paga, essas lindas roupas estão escondendo uma verdade terrível.

Os resultados da investigação do Greenpeace Internacional revelaram que muitos desses produtos não são o que eles alegam ser. A propaganda mostra essas roupas como exclusivas, mas os níveis de químicos perigosos encontrados em muitas delas não foi diferente daqueles encontrados em marcas comuns.

A concentração de um determinado químico perigoso (etoxilato de nonilfenol - NPE) em alguns itens etiquetados como “Made in Italy” podem até levantar a questão sobre se essas roupas foram mesmo inteiramente produzidas na Europa (descubra mais).

Marcas como Versace, Louis Vuitton, Dior e Dolce&Gabbana podem até embrulhar suas roupas em belos contos de fadas, mas na realidade elas estão tecendo uma rede de mentiras para seus consumidores.


Um pesadelo tóxico Não serve para nossas crianças

Um pesadelo tóxico

Poluição tóxica nas águas de Paris a Toquio

O lançamento de químicos perigosos nos nossos rios e lagos não é um conto de fadas e não acontece numa terra distante. Nós somos todos afetados por isso.

A produção têxtil é uma das maiores fontes de poluição das águas no Sul do planeta, onde o uso de substâncias químicas perigosas continua não regulamentado. Os mesmos químicos que são despejados nos rios em centros de produção como a China também estão sendo derramados de roupas compradas e vendidas por todo o mundo. Liberados no meio ambiente, eles podem se tornar substâncias tóxicas capazes de causar distúrbios hormonais e gerar riscos de saúde para crianças e adultos.

Não importa o quão alto seja o preço da etiqueta, marcas luxuosas são parte desse pesadelo tóxico. Elas já são conhecidas por criar tendências no mundo fashion, então não seria a hora de utilizarem o mesmo espírito pioneiro para criar uma moda elegante e sem poluição tóxica?


Onde é feito? Não serve para nossas crianças

Não serve para nossas crianças

Não serve para um rei. Não serve para nossas crianças

Todas as crianças são príncipes ou princesas aos olhos de quem mais as ama. Elas merecem ter roupas livres das substâncias químicas perigosas que, uma vez liberadas no meio ambiente, podem afetar seu desenvolvimento.

Essas marcas estão brincando com o futuro de nossas crianças ao utilizar perigosos químicos para fazer nossas roupas e assim permitir seu despejo contínuo em nossos rios, lagos e mares ao redor do mundo. Esse pesadelo afeta a todos nós, mas tem algo que podemos fazer.

Como pais e adultos, podemos todos ser super-heróis em nome das crianças e assegurar que essas marcas parem com essa mentira fashion e corrijam o que está errado. Criar um futuro livre de tóxicos para nossas crianças não é apenas urgente, é também possível.


Onde é feito? Um pesadelo tóxico

O Relatório

Uma pequena história sobre uma mentira fashion

O estudo do Greenpeace Internacional revela uma verdade fora de moda sobre substâncias químicas perigosas encontradas nas roupas e calçados infantis produzidos por oito marcas de luxo do mundo da moda. 16 dos 27 produtos testados (59%) foram identificados contendo um ou mais dos seguintes químicos perigosos: etoxilato de nonilfenol (NPE), phthalates e antimônio, entre outros.

Esses químicos estão sendo despejados em nossos rios, córregos e lagos não só de fábricas têxteis em grandes centros produtores como a China, mas também de peças de roupas compradas e vendidas ao redor do mundo. Uma vez liberadas em nossas águas, muitas dessas substâncias podem se tornar perigosas, causando distúrbios hormonais, contaminando o meio ambiente e criando riscos para a saúde de nossas crianças e adultos ao redor do mundo. Envolvidas nesse escândalo tóxico, essas marcas de luxo não estão só enganando seus consumidores, mas também brincando com o nosso futuro e poluindo o planeta.


Baixe o relatório

Carregando!!

Obrigado!

Você acabou de se juntar a 0 pessoas pedindo
uma moda que não custe o planeta.

Compartilhe a petição

O que mais posso fazer?
Apoie a campanha de Detox.
Agora.

Prezado CEO,

A mais recente investigação do Greenpeace mostrou que a sua empresa está escondendo a verdade de seus consumidores ao dizer que vende roupas exclusivas e de alta qualidade, quando na realidade elas estão contaminadas com mentiras tóxicas.

Depois de ver seus concorrentes Burberry e Valentino comprometidos com uma moda livre de substâncias tóxicas, as pessoas estão começando a questionar publicamente com quantos outros escândalos sua marca precisará estar envolvida antes de se comprometer a limpar suas ações. Por que sua marca está tão atrasada para agir em direção a uma moda livre de poluição?

Eu exijo que vocês se comprometam publicamente com a desintoxicação de seus produtos e trabalhem junto com seus fornecedores ao redor do mundo para eliminar todos os químicos perigosos de sua cadeia de produção.

Afinal, a moda não precisa custar o planeta.