Em resposta ao novo desastre ambiental ocorrido hoje em Brumadinho, o Greenpeace Brasil declara:

Este novo desastre com barragem de rejeitos de minérios,  desta vez em Brumadinho (MG), é uma triste consequência da lição não aprendida pelo Estado brasileiro e pelas mineradoras com a tragédia da barragem de Fundão, da Samarco, em Mariana (MG), também controlada pela Vale. Minérios são um recurso finito que devem ser explorados de forma estratégica e com regime de licenciamento e fiscalização rígidos. A reciclagem e reaproveitamento devem ser priorizados.

Infelizmente, grupos econômicos com forte lobby entre os parlamentares insistem em querer afrouxar as regras do licenciamento ambiental, o que, temos alertado, significaria criar uma “fábrica de Marianas”. Casos como esse, portanto, não são acidentes, mas crimes ambientais que devem ser investigados, punidos e reparados.

Assessoria de Imprensa
imprensa.br@greenpeace.org
(11) 3035-1167 e (11) 9-5640-0443