Pessoas do mundo todo já assinaram a petição para que as petrolíferas Total e BP desistam dos planos de perfurar o fundo do mar perto dos Corais da Amazônia.

Em algum momento você já deve ter ouvido falar de Pokémon, né? Para quem ainda não conhece, é uma franquia japonesa que engloba jogos, anime (desenho animado), mangá (quadrinho japonês) e várias histórias que acompanham as pessoas desde 1995. Pokémon são monstrinhos de bolso, literalmente, e muitos deles são inspirados em seres e objetos que podemos ver no mundo real também.

Há 4 meses, começamos a campanha Defenda os Corais da Amazônia, fomos até a foz do rio Amazonas e gravamos as primeiras imagens submarinas desse bioma único e especial que temos no Brasil. Ao mostrá-lo ao mundo todo, ficou mais clara a importância de preservar esse tesouro natural brasileiro. E ficou evidente porque temos que protegê-lo dos planos absurdos de empresas que querem explorar petróleo bem próximo dos onde o recife está.

Ao longo desse tempo, pessoas do mundo todo se uniram à causa. Hoje, somos mais de 1 milhão de defensores e defensoras dos Corais da Amazônia, espalhados por países como Brasil, França, Inglaterra, Argentina, Bélgica, Holanda e Coreia do Sul. 

A surfista Maya Gabeira é uma das 1 milhão de pessoas que defendem os Corais da Amazônia © Barbara Veiga/Greenpeace

Essas pessoas assinaram a petição e estão pressionando as petrolíferas Total (que é francesa) e a BP (que é britânica) a cancelarem seus planos de perfurar o fundo do mar na foz do Rio Amazonas, em busca por petróleo. A exploração de petróleo irá trazer o risco iminente de um vazamento no mar, que colocará em risco o bem-estar dos Corais da Amazônia e dos animais que vivem ali e dependem desse ecossistema. Um derramamento pode, até mesmo, alcançar a costa do Amapá e impactar quem vive lá.

O número de defensores e defensoras é grande, mas temos continuar aumentando nosso time! Quanto mais gente apoiando a campanha, mais chances temos de garantir o bem estar dos corais, esponjas, rodolitos e do nosso oceano! Se você ainda não é um desses 1 milhão, assine já a petição!

O Rio Grande do Sul enfrenta uma tragédia climática sem precedentes, com mais de 1 milhão de pessoas diretamente impactadas pelas fortes chuvas. Nossa campanha está destinando recursos para a compra e entrega de suprimentos emergenciais e apoiando cozinhas solidárias. Precisamos da sua solidariedade nesse momento tão crítico. Clique abaixo e doe agora.