Um grupo formado por ecologistas, jornalistas e hippies reuniram-se em 1971 para protestar contra os testes nucleares dos EUA na costa do Alasca. A força e determinação dessas 12 pessoas, o sangue ativista e uma pequena embarcação de pesca alugada, foram os ingredientes perfeitos para o surgimento do Greenpeace

Apesar de terem sido interceptados pela Guarda Costeira dos EUA, esses ativistas ousados entraram para a história, trazendo atenção mundial para os perigos dos testes nucleares, que resultou na criação de um santuário de pássaros na região

Depois desse dia o Greenpeace nunca mais parou
de lutar por nossas florestas, oceanos e pelo clima

Hoje, 47 anos depois do primeiro protesto, o pequeno grupo de 12 ativistas ganhou o reforço de mais de 2.500 pessoas, que trabalham e lutam em mais de 50 países com o mesmo DNA de ativismo e pacifismo.

O pequeno barco de pesca foi transformado em 3 incríveis embarcações que dão suporte a todas as pesquisas, investigações e ações do Greenpeace em alto mar.

Os 3 barcos são ferramentas que o Greenpeace conquistou com a ajuda de pessoas como você. Eles são utilizados em ações de ativismo, para realizar pesquisas e fazer registros que servirão de alerta para a população sobre as maravilhas da natureza que estão ameaçadas. Temos um exemplo de conquista recente que só foi possível com a ajuda de nossos navios, submarinos e sonares: conseguimos impedir que a petroleira Total explorasse petróleo na região dos corais da Amazônia.

Navio Esperanza com banner Defenda os Corais da Amazônia

O Greenpeace no Brasil

Estamos há 26 anos no Brasil confrontando o desmatamento ilegal na Amazônia, indústrias do petróleo e de energia nuclear, produtores de transgênicos e projetos que ameaçam o meio ambiente e as comunidades tradicionais. Esse é o trabalho do Greenpeace. Nossa luta é para que não existam retrocessos que abalam a nossa sobrevivência e vida neste planeta. Para isso, contamos com a estrutura dos nossos três escritórios em locais que nos permitem atuação de formas efetivas, visando problemas locais e melhorias para a população.

Manaus pin.png

Escritório de campo, que conta com botes para navegar nos rios e monitorar o desmatamento na Amazônia.

Brasília pin.png

Acompanha de perto decisões políticas que podem colocar em risco florestas inteiras, rios e mares.

São Paulo pin.png

Sede do Greenpeace no Brasil, conta com apoio técnico para ações, mobilizações, pesquisas, comunicação e distribuição de foto e vídeo para todo o país.


Além de São Paulo, Brasília e Manaus, estamos presentes em mais de 600 cidades graças ao trabalho de mais de 3.000 voluntários em todo o Brasil.

Quer conhecer mais sobre o trabalho voluntário no Greenpeace?
Acesse a nossa plataforma Conexão Verde!

Agora que você conhece um pouco mais de nossa história, continue acompanhando o trabalho do Greenpeace pelas redes sociais e aqui no site. Aqui foi só um breve resumo, tem muito mais!
Temos muito para te mostrar ainda. Que bom que você está com a gente!

Quem somos

O Greenpeace existe porque nosso planeta precisa de quem o defenda. E nós precisamos de você!

Saiba mais

Nossa História

A história do Greenpeace começou em 1971, quando um grupo de ecologistas, jornalistas e hippies zarparam do porto de Vancouver, no Canadá, rumo ao Ártico

Conheça nossa história

Nossos valores

O Greenpeace é uma organização internacional sem fins lucrativos e totalmente financiada por seus apoiadores. Não aceitamos dinheiro de empresas e governos com o objetivo de manter a independência da nossa atuação.

Saiba nossos valores

Nossos navios

Três embarcações que nos permitem chegar aos pontos mais remotos do globo para flagrar crimes ambientais onde eles acontecem, documentar a beleza de ecossistemas sensíveis e inspirar milhares de pessoas a agir em defesa do planeta.

Explore nossos navios
Arctic Sunrise at Tasiilaq. © Christian Åslund

Greenpeace ship the Arctic Sunrise, in Tasiilaq, on the east coast off Greenland.